Exportações da cidade de São Paulo

Luz na passarela, que lá vem ela! Hoje, falaremos das exportações da cidade de São Paulo. Para a surpresa de muitos, São Paulo ficou em 5º lugar no ranking de cidades que mais exportam no Brasil. A capital paulista tem 44,04 milhões de habitantes e mantém um pib per capita de R$ 2,38 trilhões, segundo o IBGE.

Então, pegue uma xícara de café e vamos conferir as exportações da cidade de São Paulo. ☕

Imagem: Reprodução. Comex Stat.

Exportações da cidade de São Paulo

As exportações da cidade de São Paulo, no primeiro semestre de 2020, chegaram em US$ FOB 2.908,82 bilhões, uma alta de 22,8% com relação ao mesmo período do ano passado. Ainda que haja essa alta, São Paulo continua fazendo mais importações do que exportações, resultando em um déficit de US$ FOB -1.633,34 bilhões. Atualmente, é a 1ª maior cidade exportadora do estado, tendo 10,9% de participação nas exportações do estado de São Paulo. O estado de São Paulo também emplacou a cidade de Santos no Ranking das Cidades que mais Exportam no Brasil. Confira aqui as exportações de Santos.

Em 2o19, houve uma queda de -67,0% nas exportações de São Paulo, totalizando US$ FOB 4.135,12 bilhões.

Segundo dados apurados pela Secex, as exportações da cidade de São Paulo contaram com a participação de 2431 empresas, dentre elas, vemos nomes bastantes conhecidos, como, por exemplo, Yakult e Petrobras.

Principais produtos exportados por São Paulo – SP

Entre janeiro e julho de 2020, os principais produtos exportados pela cidade de São Paulo foram:

  1. Soja, mesmo triturada, 45%
  2. Ouro (incluído o ouro platinado), 18%
  3. Açúcares de cana ou de beterraba e sacarose,
  4. Algodão, não cardado nem penteado,
  5. Celulose e seus derivados químicos,

A soja, mesmo triturada, foi o produto mais exportado pela cidade de São Paulo, tendo 45% de exportação e resultando em US$ FOB 1,31 bilhão. Já o ouro (incluído o ouro platinado), em formas brutas ou semimanufaturadas, ou em pó, aparece com 18%, equivalente a US$ FOB 516 milhões. Em terceiro lugar, açúcares de cana ou de beterraba e sacarose quimicamente pura, no estado sólido, com 11% de participação e US$ FOB 306 milhões. O algodão, não cardado nem penteado, ficou em quarto lugar no ranking, sendo responsável por 2,2% das exportações e US$ FOB 63,2 milhões. E por fim, na quinta posição, celulose e seus derivados químicos, com a posição de NCM 3912, segundo Tabela de NCM, com US$ FOB 32,6 milhões e 1,1% de participação.

Em 2019, as exportações da cidade de São Paulo apareceram um pouco diferente, como o aparecimento de produtos dos setores de artes, máquinas e aparelhos e produtos das indústrias químicas. Veja a imagem para ilustrar melhor:

Imagem: Reprodução. Comex Stat.

Principais destinos das exportações da cidade de São Paulo

Os principais países destinos das exportações da cidade de São Paulo foram:

  1. China (44%)
  2. Estados Unidos (6,9%)
  3. Bélgica (5,3%)
  4. Canadá (4,3%)
  5. Itália (3,2%)

A China importou US$ FOB 1,27 bilhão, sendo responsável por 44% das exportações de São Paulo. Em 2019, a participação dos chineses foi menor, totalizando 24%, US$ FOB 999 milhões.

Os Estados Unidos comprou 6,9% das mercadorias, um total de US$ FOB 202 milhões. No ano passado, participou de 19%, US$ FOB 770 milhões.

Em terceiro lugar, a Bélgica participou de 5,3% das exportações da cidade de São Paulo, com uma receita de US$ FOB 155 milhões. Em 2019, 4,7% (US$ FOB 194 milhões), ficando em quarto lugar.

Na quarta e quinta posição, Canadá e Itália, respectivamente, com US$ FOB 124 milhões e US$ FOB 91,8 milhões.

Caso esteja procurando por Consultoria em Comércio Exterior em São Paulo – SP, acesse nosso Portal de Empresas e conheça os principais prestadores de serviços de comex da cidade e também de todo o país.

>> Leia também sobre as importações da cidade São Paulo

Novo Processo de Exportação: o que é?

O Novo Processo de Exportação ou simplesmente NPE é baseado no documento eletrônico Declaração Única de Exportação, conhecida, pelos profissionais de Comex como DU-E. A DU-E é registrada no Portal Siscomex e integrada com a Nota fiscal de exportação.

A DU-E é formada por uma parte comum, que conta com informações que servem a todos os seus itens e informações específicas de cada item e NCM.

E aí, gostou deste artigo? Então, inscreva-se no nosso blog e fique por dentro das novidades de Exportação, Importação e Drawback.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

Tenha o roteiro de elaboração da DU-E em mãos!

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.