INCOTERMS MULTIMODAIS: quais são

Como já falamos em outros artigos, os Incoterms tratam da relação entre comprador e vendedor, não interferindo na relação destes com outros intervenientes na operação, tais como transportadores e seguradores.

Hoje nós vamos falar sobre os Incoterms multimodais, você sabe quais são?

Neste artigo você vai ver:

Vamos lá? 😉

Incoterms multimodais: quais são?

Existem sete Incoterms que podem ser usados com qualquer modal de transporte. Ou seja, você pode usar os Incoterms abaixo em operações de exportação ou importação realizadas pelas vias de transporte: Aérea, Marítima, Rodoviária ou qualquer outra. 

São eles:

  1. Incoterm EXW
  2. Incoterm FCA
  3. Incoterm CPT
  4. Incoterm CIP
  5. Incoterm DPU
  6. Incoterm DAP
  7. Incoterm DDP

Vamos agora falar um pouco sobre cada um destes Incoterms multimodais!

INCOTERM EXW

A mercadoria é colocada à disposição do comprador no estabelecimento do vendedor ou em outro local nomeado (fábrica, armazém, etc.), não desembaraçada para exportação e não carregada em qualquer veículo coletor, este termo representa obrigação mínima para o vendedor.

INCOTERM FCA

O vendedor completa suas obrigações quando entrega a mercadoria, desembaraçada para a exportação, aos cuidados do transportador internacional indicado pelo comprador, no local determinado, a partir daquele momento, cessam todas as responsabilidades do vendedor, ficando o comprador responsável por todas as despesas e por quaisquer perdas ou danos que a mercadoria possa vir a sofrer.

INCOTERM CPT

No CTP o vendedor contrata e paga o transporte de origem até o destino estipulado. Além do transporte, o vendedor também é o responsável por todo o desembaraço, tanto no país de origem quanto no país de destino, entregando ao comprador ou algum transportador por ele indicado, a mercadoria em seu país.

INCOTERM CIP

O transporte principal assim como o frete devem ser pagos pelo vendedor e a partir do momento em que a mercadoria é entregue ao transportador do seu destino a responsabilidade com relação a danos, perdas e roubos passa a ser inteiramente do comprador, caso o comprador queira ou então ache necessário pode contratar um seguro adicional para assim evitar.

INCOTERM DPU

No caso de comercialização internacional em que por fim, se opte pelo INCOTERM DPU – Delivered at Place Unloaded. O vendedor deverá desembaraçar a mercadoria para exportação no seu país, fazer o transporte internacional, descarregar a mercadoria e disponibilizá-la no terminal de carga então citado no contrato.

INCOTERM DAP

No Incoterm DAP, o vendedor completa suas obrigações quando coloca a mercadoria à disposição do comprador, na data, no local de destino indicado, mas que não seja um terminal e esteja pronta para ser descarregada do veículo transportador e não desembaraçada para importação.

INCOTERM DDP

No INCOTERM DDP (Delivered Duty Paid) o vendedor assume acima de tudo todas as responsabilidades e riscos do transporte, desde a origem até o endereço de destino estipulado pelo comprador. O vendedor deve providenciar assim todo o desembaraço e pagamentos de taxas, tanto no país de origem para exportação quanto no país de destino para importação.

Conhecimento nunca é demais, não é mesmo? Principalmente quando falamos de Cursos de Comércio Exterior, que é uma área extremamente dinâmica. Conheça o nosso Curso de Incoterms!

O que é Incoterm?

Incoterms é a abreviatura do inglês, International Commercial Terms, que em português significa “Termos Internacionais de Comércio”.

De forma geral, trata-se de normas padronizadas que regulam aspectos diversos do comércio internacional. São regras que determinam quem paga o frete da mercadoria, o seu ponto de entrega e quem deve fazer o seguro, entre outras coisas.

A nova versão atualizada já pode ser adquirida na versão em inglês pela ICC Knowledge 2 Go.

👉 Leia o texto onde abordamos o assunto dos Incoterms Aéreos!

Importância dos Incoterms

Os Incoterms são importantes pois eles têm o papel de deixar clara a alocação de riscos, custos e obrigações entre o comprador e o vendedor em um contrato de compra e venda de mercadorias.

Nesta nova versão os Termos Internacionais de Comércio podem ser usados também em compra e venda de mercado interno, ou seja não somente nas negociações internacionais.

Vale ressaltar que os termos não têm qualquer impacto sobre os contratos de transporte, de seguro, carta de crédito, relações bancárias, despachantes aduaneiros, etc. Ou seja, regulam apenas a relação entre comprador e vendedor / fornecedor.

👉 Confira nosso artigo sobre os Incoterms Marítimos!

Tabela Incoterms 2020

A seguir você confere a tabela com todos os Incoterms:

Code Descrição
EXW EX Works… Na origem local designado
FCA Franco transportador… local designado
FAS Franco ao longo do navio… porto de embarque designado
FOB Franco a bordo… porto de embarque designado
CFR Custo e frete… porto de destino designado
CPT Porte pago até… porto de destino designado
CIF Custo, seguro e frete… porto de destino designado
CIP Porte pago, incluindo seguro até… local de destino designado
DPU Entrega no terminal… porto de destino designado
DAP Entrega no local desembarcado
DDP Entrega com direitos pagos… local de destino designado

Cabe esclarecer também que não existe Incoterms 2021. A última revisão é a revisão Incoterms 2020 a qual é usada no ano de 2021.

E-book Incoterms em PDF: Conhecendo os Incoterms 2020.

👉 Leia também o texto a respeito dos Incoterms Rodoviários!

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Quais Incoterms usados no transporte multimodal?

Os Incoterms usados no transporte multimodal são EXW, FCA, CPT, CIP, DAT, DAP e DDP.

O que é transporte multimodal?

O transporte multimodal é aquele em que dois ou mais desses modais são empregados em uma mesma operação.

leandro.sprenger

Empreendedor, Apaixonado por Tecnologia, Especialista em TI para Comércio Exterior e responsável pela criação de diversos sistemas de BI para Comex por mais de 12 anos. Co-criador da Plataforma de Ensino SimulaComex e do Sistema FComex.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.