Conheça os principais Portos Africanos

O artigo de hoje irá abordar os principais Portos Africanos bem como a economia nesse continente tão significativo para o comércio exterior. 

Bora, conhecer os Principais Portos da África! 😉

A economia africana experimentou um crescimento inédito nas duas primeiras décadas do século XXI.

Com o aumento da demanda por petróleo, gás natural e alimentos, o continente se beneficiou do incremento de preços e também nas relações com grandes potencias mundiais.

Para que essa crescente se desse de maneira consolidada, a região costeira do continente africano precisou contar com locais preparados para exportar e importar produtos de diversos países ao redor do mundo.

Saiba quais são os portos africanos mais importantes

Principais Portos Africanos

A seguir vamos mostrar a lista dos principais portos da África, confira:

Nome do Porto País Região do Porto
1 Porto de Casablanca Marrocos Porto magrebino
2 Portos Tunisianos Tunísia Portos magrebinos
3 Porto de Argel e o Porto de Orã Argélia Portos magrebinos
4 Porto Said. Porto da Alexandria Egito Portos egípcios
5 Canal de Suez Egito Portos egípcios
6 Porto de Luanda e Porto de Lobito Angola Portos da África Central
7 Porto de Duala Camarões Portos da África Central
8 Porto de Pointe-Noire Congo Portos da África Central
9 Porto de Abidjã Costa do Marfim Portos da África Ocidental
10 Portos de Tema e Takoradi Gana Portos da África Ocidental
11 Porto de Lagos Nigéria Portos da África Ocidental
12 Porto de Dakar Senegal Portos da África Ocidental
13 Porto de Lomé Togo Portos da África Ocidental
14 Porto de Cotonou Benim Portos da África Ocidental
15 Portos de Beira, Nacala e Maputo Moçambique Portos da África Oriental
16 Porto do Djibouti Djibouti Portos da África Oriental
17 Porto de Mombaça Quénia Portos da África Oriental
18 Porto Sudão Sudão Portos da África Oriental
19 Richards Durban África do Sul Portos da Áfica Austral
20 Porto de Richards Bay, East London África do Sul Portos da África Austral
21 Porto de Walvis Bay Namíbia Portos da África Austral

Sendo o terceiro continente mais extenso do mundo (atrás apenas da Ásia e da América), a África possui uma área com cerca de 30 milhões de quilômetros quadrados. Também é o segundo continente mais populoso do planeta, com aproximadamente um bilhão de pessoas, representando cerca de um sétimo da população mundial.

Relação do continente africano com outros países

As indústrias africanas dedicam-se, em geral, ao beneficiamento de matérias-primas, como por exemplo, madeiras, óleos comestíveis, açúcar e algodão, e até mesmo minérios para exportação.

Nos últimos anos, o continente apresentou grande taxa na exportação de produtos principalmente de países como a China, o qual se tornou o principal parceiro comercial da África.

O resultado dessa parceria se deve por consequência da queda das relações de países africanos como por exemplo Angola com o Brasil.

Ainda assim, dados mais recentes mostram que, no primeiro semestre de 2020, o continente africano gerou em receita para o Brasil um total de US$ 3,4 bilhões. Entretanto esse valor é este menor que o mesmo período de 2019 quando haviam sido exportados em valores um total de US$ 3,5%, ou seja, apresentando uma queda de 3,3%.

Todavia, nos últimos meses, através dos Global Terminal Operators (GTO), diversos portos africanos receberam investimentos em suas infraestruturas a fim de potencializar sua produtividade a nível internacional.

Isso significa uma nova perspectiva para futuras negociações entres países africanos e seus parceiros.

Países africanos em ascensão no comércio exterior

Só para exemplificar, somente a África do Sul é responsável por 1/5 do PIB do continente, com atividade industrial nos ramos químico, de siderurgia, metalurgia, alimentício, maquinário agrícola e de transporte, além da indústria têxtil. Sendo assim, o país mais importante da Comunidade da África Meridional para o desenvolvimento do principal bloco econômico do continente.

Mesmo com a queda de exportações de produtos na África, nos cinco primeiros meses de 2020, as exportações para a Nigéria tiveram uma pequena alta de 10,5% e somaram US$ 218 milhões.

Isso significa que esse valor correspondente a inexpressivo 0,5% de  todas as exportações brasileiras no período. 

Conforme levantamento feito pelo Comex Sat, em 2020 o Brasil teve como principais produtos exportados açúcares e melados (36%), seguido de carne bovina (6,3%) e carnes de aves e suas miudezas comestíveis.

De acordo com esses dados, percebe-se a força da exportação de alimentos brasileiros para outros países, mesmo que em situações de baixa nas relações do comércio exterior. Por outro lado os números mostram que um campo que pode ser explorado é o do café.

Para finalizar o artigo de hoje, iremos compartilhar os principais produtos exportados para o continente africano no ano de 2020. Confira os dados completos conforme o infográfico abaixo. 

Para ilustrar:

Fonte: Comex Stat

Conheça também nossos demais textos sobre Portos, são eles:

E aí, gostou deste artigo? Então, inscreva-se no nosso blog e fique por dentro das novidades de Exportação, Importação e Drawback.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

Webinário Gratuito: Cuidados na Unidade de Medida Estatística/ Tributável na Exportação

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.