Exportação de Café: vamos conhecer mais

No nosso artigo de hoje vamos abordar a Exportação de Café, vamos entender como funciona e descobrir para onde exportamos o café brasileiro. O café está na mesa da maioria dos brasileiros, seja ele em grãos ou em pó, é todavia a segunda bebida mais consumida no país ficando atrás apenas da água.

Em 2019, o Brasil exportou café para 128 países, mais abaixo vamos descobrir quais foram os principais destinos destas exportações.

O café em grãos está no ranking dos produtos mais exportados pelo Brasil no ano de 2019, ocupando a 11ª colocação.

São tópicos:

  • História do Café no Brasil
  • Exportação do Café
  • Benefícios do Café
  • A produção do café
  • Expectativa para 2020
  • Para onde vai o café produzido no Brasil

 

Exportação de café no Brasil em 2019

Se você tem curiosidade em saber para onde vai o café exportado pelo Brasil, confira a Lista dos 5 principais países de destino das exportações de café brasileiro:

País de destino

Valor FOB US$

Estados Unidos 903,05 milhões 
Alemanha 789,65 milhões 
Itália  466,62 milhões 
Japão 340,38 milhões 
Bélgica 302,24 milhões 

O dados acima correspondem ao período de Janeiro a Dezembro de 2019, conforme o ComexVis.

 

História do Café no Brasil

O café é muito popular no Brasil, mas você sabe quando iniciou o seu cultivo? Então é isso que a gente vai ver agora. Tudo começou em 1727, com o plantio do primeiro pé de café no estado do Pará. Nativo da Etiópia, o folclore em torno do fruto faz parte da sua história. Foi trazido pelo sargento-mor Francisco de Melo Palheta

O café já era consumido desde a Antiguidade, quando os habitantes da Etiópia, na África, passaram então a conhecer a planta. 

Foi o principal produto de exportação da economia brasileira durante o século XIX e o início do século XX, garantindo então as divisas necessárias à sustentação do Império do Brasil e também da República Velha.

Devido às nossas condições climáticas, o cultivo de café se espalhou rapidamente, com produção voltada para o mercado doméstico. Em sua trajetória pelo Brasil o café passou pelo Maranhão, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Minas Gerais. Num espaço de tempo relativamente curto, o café passou de uma posição secundária para a de produto-base da economia brasileira. Desenvolveu-se com total independência, ou seja, apenas com recursos nacionais, sendo, afinal, a primeira realização exclusivamente brasileira que visou a produção de riquezas.

Fonte: Cecafé

Exportação do Café

Você sabe de que forma o café é exportado? A principal forma de exportação é o café em grãos. Em 2019, a exportação do café chegou então a 40,6 milhões de sacas de café, considerando a soma de café verde, solúvel e torrado & moído, segundo relatório consolidado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

O dado representa um recorde histórico das exportações do produto, assim como aumento de 13,9% em relação ao volume total exportado em 2018. A receita com as exportações de café em 2019 alcançou US$ 5,1 bilhões, enquanto que o preço médio da saca foi de US$ 125,49.

 

Benefícios do Café

  • Acelera o metabolismo e queima então calorias;
  •  Fortalece a memória;
  • Garante mais atenção ao volante;
  • Fortalece o coração;
  • Diminui o diabetes;
  • Alivia os sintomas do mal de Parkinson; e
  • Protege contra o Alzheimer.

A produção do Café

Você já deve imaginar que o Brasil é o maior produtor do café do mundo e produz então dois tipos de café, o arábica e o robusta que é o usado na indústria como o café solúvel. 

Somente no ano passado o Brasil colheu cerca de 40,3 milhões de sacas de 60 quilos e exportou mais ou menos 36,80 milhões de sacas. A produção de café arábica foi de 32,05 milhões de sacas e a de café conilon totalizou todavia cercs de 11,19 milhões de sacas. 

15 estados Brasileiros são até então produtores do café e entre eles está o maior dos produtores que é Minas Gerais, e em segunda colocação nós temos o Espírito Santo

O aroma, sabor e corpo do café dependem todavia do local onde ele está sendo cultivado.

Expectativa para 2020

Segundo dados da Cecafé em 2020 pode haver a queda da demanda do café o que irá assim fazer com que os valores aumentem consideravelmente, mas é claro que as expectativas de que a safra de 2020 seja positiva está nas alturas e para isso o clima vai ter que colaborar também.

Incentivos à Exportação

O Regime Aduaneiro Especial de Drawback é considerado, um incentivo fiscal à exportação. O regime consiste na suspensão ou eliminação de tributos incidentes sobre a aquisição de insumos utilizados na produção de bens a serem exportados.

 

E ai, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.9 / 5. Número de votos: 14

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.