Registro nacional de transportadores rodoviários de cargas

Atualizado em: por Leandro Sprenger.

No contexto do comércio exterior, a eficiência logística é um fator crucial para o sucesso das operações. Nesse cenário, o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC) emerge como uma peça-chave, desempenhando um papel vital para despachantes aduaneiros, exportadores e importadores

E-book - passo a passo DU-E

Este artigo explora em profundidade o que é o RNTRC, exemplos de suas aplicações, seu funcionamento e um passo a passo detalhado para aqueles que buscam registrá-lo.
Veja os seguintes tópicos:

    • O que é o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas?
    • Exemplos e Aplicações do Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas
    • Como Funciona o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas
    • Passo a Passo para o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas
    • O que é Certificado de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de cargas?
    • Comércio Exterior o que é?
    • O que é Logística Internacional?

    Vamos lá? 😉


    O que é o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas?

    O Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas é um sistema regulatório brasileiro que visa cadastrar e regulamentar empresas e profissionais autônomos que atuam no transporte rodoviário de cargas

    Este registro é gerenciado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e tem como objetivo principal garantir a segurança, a qualidade e a eficiência dos serviços de transporte de cargas no país.

    Exemplos e Aplicações do Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas

    O RNTRC é essencial para o setor de comércio exterior, onde a movimentação eficiente de mercadorias é crucial. Ele proporciona diversas vantagens, tais como:

    • Regularização e Fiscalização: O registro permite que as autoridades fiscalizem e regulamentem as operações de transporte rodoviário de cargas, garantindo que as empresas cumpram os requisitos legais e operem de acordo com as normas estabelecidas.

    • Credibilidade: Empresas registradas no RNTRC demonstram credibilidade e comprometimento com a conformidade legal, o que é fundamental para atrair parceiros comerciais e clientes no âmbito internacional.

    • Controle de Frota: O registro possibilita um controle mais eficiente da frota de transportadores rodoviários, facilitando a gestão e a manutenção dos veículos utilizados no transporte de cargas.

    • Segurança nas Operações: Ao regulamentar as atividades, o RNTRC contribui para a segurança nas estradas, reduzindo riscos e garantindo que os padrões de segurança sejam seguidos.

    Como Funciona o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas

    O RNTRC opera como um sistema de cadastro e controle, integrando informações sobre empresas e profissionais autônomos que atuam no transporte rodoviário de cargas. Algumas das principais características do funcionamento incluem:

    • Cadastro e Atualização de Dados: Empresas e profissionais autônomos devem se cadastrar no RNTRC, fornecendo informações detalhadas sobre suas operações, veículos, e documentação legal. É essencial manter esses dados atualizados para garantir a conformidade contínua.

    • Classificação e Credenciamento: O RNTRC classifica os transportadores rodoviários de cargas de acordo com critérios específicos, como capacidade de carga, tipo de veículo, entre outros. O credenciamento é concedido após a verificação dos documentos e a conformidade com as normas estabelecidas.

    • Monitoramento e Fiscalização: A ANTT realiza o monitoramento constante das operações dos transportadores registrados, fiscalizando o cumprimento das normas e aplicando penalidades em casos de infrações.

    • Renovação e Baixa de Registro: O registro no RNTRC precisa ser renovado periodicamente, e as empresas que não renovam ou que encerram suas atividades devem realizar o processo de baixa no sistema.

    Passo a Passo para o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas

    Para despachantes aduaneiros, exportadores e importadores, seguir um passo a passo claro é fundamental. Abaixo, apresentamos uma orientação detalhada:

    Passo 1: Requisitos Documentais

    • Coleta de documentos essenciais, como CNPJ, Contrato Social, Certificado de Regularidade do FGTS, entre outros.

    Passo 2: Acesso ao Sistema RNTRC

    • Acessar o sistema online da ANTT e criar uma conta para iniciar o processo de registro.

    Passo 3: Preenchimento do Cadastro

    • Preencher o cadastro com informações detalhadas sobre a empresa ou profissional autônomo, incluindo dados dos veículos utilizados.

    Passo 4: Envio de Documentos

    • Digitalizar e enviar eletronicamente os documentos exigidos para a ANTT, garantindo a autenticidade e conformidade.

    Passo 5: Análise e Credenciamento

    • Aguardar a análise da ANTT, que verificará a conformidade dos documentos e, se aprovado, concederá o credenciamento.

    Passo 6: Regularização Periódica

    • Cumprir com as obrigações de renovação periódica do registro, garantindo a manutenção da regularidade.

    Ou seja, o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas é uma peça-chave para garantir a eficiência e a conformidade no transporte rodoviário de cargas, especialmente no contexto do comércio exterior. 

    Despachantes aduaneiros, exportadores e importadores que compreendem o funcionamento e seguem o processo de registro garantem uma cadeia logística mais robusta, segura e eficiente, contribuindo para o sucesso de suas operações no mercado internacional. 

    A conformidade com as leis e regulamentações é essencial para a construção de uma reputação sólida e para o êxito nas operações de comércio exterior.

    Tabela Exemplificativa:

    Item

    Descrição

    Requisitos Documentais

    CNPJ, Contrato Social, Certificado de Regularidade do FGTS, entre outros.

    Sistema RNTRC

    Acesso online ao sistema da ANTT para iniciar o processo.

    Preenchimento

    Cadastro detalhado com informações sobre a empresa ou autônomo.

    Envio de Documentos

    Digitalização e envio eletrônico dos documentos exigidos.

    Análise e Credenciamento

    Análise pela ANTT e concessão do credenciamento, se aprovado.

    Regularização Periódica

    Cumprimento das obrigações de renovação periódica do registro.

    Esta tabela fornece uma visão geral do processo, destacando a importância de cada etapa

    O que é Certificado de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas?

    O Registro Nacional dos Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC) é um documento obrigatório para qualquer transporte remunerado de mercadorias no Brasil. Ele é realizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) desde 12 de março de 2009, a partir da resolução n.º 3056.

    Comércio Exterior o que é?

    Comércio exterior é a troca de produtos ou serviços entre um país e outro. Quando falando de Compra de produtos, é a Importação e quando falamos em vendas de produtos, é a exportação, cada um deles engloba uma série de procedimentos necessários para a sua execução.

    O Comércio Exterior, aplicado carinhosamente como Comex, compreende vários termos, regras e normas nacionais das transações.

    Estas regras são de âmbito nacional, criadas para disciplinar  e orientar tudo o que diz respeito à entrada no país de mercadorias procedentes do exterior, no caso quando existe uma importação e a saída de mercadorias do território nacional, quando é uma exportação.

    O que é Logística Internacional?

    Agora que já falamos de maneira mais aprofundada sobre o que é Comércio Exterior, vamos entender mais sobre o que é a logística internacional. A Logística Internacional é uma ferramenta fundamental para a expansão do comércio exterior, e deve ser utilizada de forma estratégica para diferencial competitivo nas negociações internacionais.

    A globalização tem tornado as empresas cada vez mais competitivas e com conceitos modernos aos seus procedimentos, negócios e produtos. Esse processo está integralmente ligado aos processos de compra, armazenagem e distribuição das mercadorias.

    E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

    Leandro Sprenger
    Leandro Sprenger

    Empreendedor, Apaixonado por Tecnologia, Especialista em TI para Comércio Exterior e responsável pela criação de diversos sistemas de BI para Comex por mais de 15 anos. Co-criador da Plataforma de Ensino SimulaComex e do Sistema FComex.

    Webinário - Como elaborar e automatizar a DU-E na prática