Saiba mais sobre a exportação

As exportações, de modo geral, beneficiam o país como um todo, promovem o ingresso de divisas, a geração e manutenção de emprego e renda, o aumento na qualificação dos recursos humanos, a evolução e o crescimento do parque industrial e do universo empresarial como um todo.

Hoje, vamos falar sobre os 5 pilares da Exportação. Você conhece? Caso ainda não, então pegue o seu café e continue conosco no artigo de hoje!

Neste texto você confere os seguintes tópicos:

  • Por que exportar é importante?
  • 5 pilares da Exportação
  • Qual a importância da exportação para as empresas?
  • Principais Documentos de Exportação: Lista completa
  • O que é DU-E?
  • O que é Nota Fiscal de Exportação?
  • Principais CFOPS na Exportação
  • O que é o Imposto de Exportação (IE)?
  • O que é o Novo Processo de Exportação?

Vamos lá? 😉

Pilares da Exportação

Por que exportar é importante?

As exportações correspondem a importantes atividades de compra e venda do comércio exterior e afetam diretamente a economia dos países envolvidos. Essas atividades exercem enorme influência na economia de um país, indicando suas potencialidades em muitos setores.

5 pilares da Exportação

Os 5 pilares da exportação podem ser divididos em:

  1. Rotinas
  2. Mercado
  3. Logística
  4. Planejamento
  5. Documentação

Rotinas: O exportador deve estudar e analisar as rotinas e procedimentos de exportação, como formação de preços, formas de pagamento, modalidades de compra e venda (Incoterms).

Mercado: O exportador precisa estudar e analisar o mercado que quer alcançar, cidade, país ou região, precisa calcular e comparar seus preços e precisa encontrar os potenciais clientes.

Logística: O exportador precisa encontrar os parceiros certos para que sua exportação se concretize com sucesso, qualidade e segurança, e isto compreende serviços de câmbio, transporte internacional, seguro de transporte internacional, despachantes aduaneiros, consultores e outros serviços específicos e necessários.

Planejamento: Quando você estiver planejando a exportação, a primeira pergunta que você deve se fazer é: por que começar a exportar? Uma empresa que se lança ao mercado internacional adquire qualidade e conhecimento, pois para se adaptar ao Comércio Exterior, o produto precisa se adequar às normas específicas do país desejado. A empresa que está começando a exportar, cria a possibilidade de confrontar outras realidades no mercado internacional.

Documentação: A documentação é relevante em todas as etapas, tanto para a legalidade do processo quanto para a segurança do produto, portanto, é um fator que deve ser considerado e analisado com detalhes para garantir a eficiência da exportação.

Qual a importância da exportação para as empresas?

As exportações proporcionam diversas vantagens, sobretudo, para as empresas. Podemos citar desde a incrementação do faturamento, uma melhora da rentabilidade e na produtividade e, como resultado, a elevação da qualidade dos produtos. 

Principais Documentos de Exportação: Lista completa

Abaixo listamos os principais documentos necessários para exportar

  1. Fatura Pro forma ou Proforma Invoice
  2. Fatura Comercial ou Commercial Invoice
  3. Romaneio de Carga ou Packing List
  4. Nota Fiscal de Exportação (NF-E)
  5. DU-E (Declaração Única de Exportação)
  6. Conhecimento de Embarque
  7. Apólice de Seguro de Transporte
  8. Certificado de Origem
  9. Carta de Crédito (L/C)

O que é DU-E?

Também sendo um dos Pilares da Exportação, a DU-E (Declaração Única de Exportação) é um documento eletrônico que contém informações de natureza aduaneira, administrativa, comercial, financeira, tributária, fiscal e logística, que caracterizam a operação de exportação dos bens por ela amparados e definem o enquadramento da operação; e serve de base para o despacho aduaneiro de exportação.

👉 A elaboração da Declaração Única é realizada no Portal Siscomex.

A Declaração Única de Exportação substituiu o antigo RE (Registro de Exportação), a DE (Declaração de Exportação) e a DSE (Declaração Simplificada de Exportação) documentos anteriormente elaborados no Siscomex Exportação (Novoex).

O que é Nota Fiscal de Exportação?

A Nota Fiscal de Exportação (NF-E) é um dos principais documentos brasileiros necessários para exportação. Além disso, ela é integrada com a DU-E (Declaração Única de Exportação) do Portal Siscomex

Desta forma, toda empresa que faz exportações está obrigada a emitir o documento, a não emissão pode configurar crime, passível de multa e responsabilização do sócio da empresa na esfera criminal.

Principais CFOPS na Exportação

Ao elaborar a DU-E é necessário vincular uma chave de acesso de nota fiscal de exportação. Dessa forma os dados da NF-E são migrados automaticamente para a Declaração de Exportação. Portanto, é imprescindível o uso correto das CFOPS.

Então, listamos abaixo as principais CFOP de exportação, são elas:

CFOP 7.101 – Venda de produção do estabelecimento

CFOP 7.102 – Venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros

CFOP 7.127 – Venda de produção do estabelecimento sob o regime de Drawback

7.501 – Exportação de mercadoria recebida com fim específico de exportação

7.504 – Exportação de mercadoria que foi objeto de formação de lote de exportação

7.930 – Lançamento efetuado a título de devolução de bem cuja entrada tenha ocorrido sob o amparo de regime especial aduaneiro de admissão temporária

7.949 – Outra saída de mercadoria ou prestação de serviço não especificado

E aí, gostou deste artigo? Então, inscreva-se no nosso blog e fique por dentro das novidades de Exportação, Importação e Drawback. 😉

Sinara Bueno
Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex