Importação de Leite

O leite e seus derivados estão na mesa de quase todos os brasileiros. No texto de hoje, abordaremos a Importação de Leite. 

O Leite assim como o creme de leite e outros laticínios não estão na lista dos produtos mais importados pelo Brasil. Mesmo assim, ele aparece na 115º colocação no ranking de produtos importados para o nosso país.

Um dos nossos principais fornecedores de leite é o Uruguai , mas vamos saber mais sobre este tema!

Vem comigo! ✔

 

Importações de Leite: vamos entender

Quando falamos das importações brasileiras de leite e laticínios a Argentina e Uruguai são os nossos principais fornecedores.

Em números o Brasil desembolsou no ano passado cerca de US$ 299 milhões trazendo Leite, creme de leite e laticínios para cá, queda de 5,4% se for comparado ao ano anterior (2018). 

De onde vem o Leite importado pelo Brasil

Confira na tabela a seguir de onde vem o Leite e laticínios que é destinado ao Brasil.

Origem do produto % Valor FOB US$
Argentina 50 149 milhões
Uruguai 35 106 milhões
Nova Zelândia 4,2 12,4 milhões
Estados Unidos 3,5 10,5 milhões
Paraguai 2,9 8,79 milhões
Canadá 1,8 5,49 milhões
França 1,5 4,56 milhões

Fonte: Comexstat

 

Benefícios do leite e seus derivados

  • Dentes e ossos saudáveis por toda a vida.

Todos nós sabemos que o leite é uma das principais fontes de cálcio nas dietas. E ele é responsável pela formação dos ossos e dentes enquanto pequenos, fortalecendo durante a adolescência, e quando adultos, prevenindo a osteoporose. É ideal manter uma alimentação rica em cálcio!

  • Nutrientes essenciais para uma boa saúde

Cálcio, vitamina A, vitamina D, fósforo, selênio, zinco, proteínas… São muitos os nutrientes que tornam o produto e seus derivados fundamentais em uma dieta saudável. Entre os benefícios estão  a diminuição de doenças como a osteoporose, obesidade, hipertensão, câncer de cólon e até da diabetes tipo 2

  • Ajudam no controle do peso

Segundo estudos da Universidade da Califórnia, no Estados Unidos, o consumo ajuda durante o processo da perda de peso, evitando a obesidade. Segundo o estudo, o teor de cálcio presente nas dietas com o consumo de leite e seus derivados estimula a queima da gordura no organismo. Outro fator é a ligação do cálcio com a molécula da gordura, impedindo a sua absorção pelas células.

  • Diminuição do risco de câncer

O ácido linoleico conjugado que está presente no leite, retarda o desenvolvimento de tumores mamários em animais. As mulheres na pós menopausa que apresentam altos níveis desse ácido no organismo, têm até 70% de chances de minimizar o câncer de mama. A mesma propriedade atua no organismo e pode minimizar o câncer de cólon para ambos os sexos.

E aí, gostou deste artigo? Então, inscreva-se em nosso blog e fique por dentro das novidades do comércio exterior.  😉

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex.