INCOTERM CIP | Entenda a sua funcionalidade

O INCOTERM CIP é mais um dos Incoterms, e quem utiliza e conhece comércio exterior já deve ter ouvido falar dele, porém antes vamos rever o que são os Incoterms ao seu geral.

Os Incoterms são regras criadas para quem exporta e importa mercadorias, são extremamente úteis e podem ser escolhidos de acordo com as necessidades do comprador e do vendedor, ao todo são 11 Incoterms que foram criados em 1936 pela câmara internacional do comércio a ICC, cada um dos Incoterms tem as suas regras próprias.

Os Incoterms são atualizados de tempos em tempos, modificando assim as suas regras, a última atualização foi em 2010, porém a próxima já foi lançada e entra em vigor a partir janeiro de 2020, ou seja versão Incoterms 2020.

Incoterm CIP

O que você vai ver hoje:

  • O que é o INCOTERM CIP;
  • Todos os Incoterms;
  • Cobertura de seguro no INCOTERM CIP;
  • Divisão das responsabilidades.

Todos os Incoterms:

Incoterm CIP

Fonte: Aprendendo a Exportar - do Portal Siscomex

INCOTERM CIP como funciona

Porte e seguro pagos até (local de destino designado)

O transporte principal assim como o frete devem ser pagos pelo vendedor e a partir do momento em que a mercadoria é entregue ao transportador do seu destino a responsabilidade com relação a danos, perdas e roubos passa a ser inteiramente do comprador, caso o comprador queira ou então ache necessário pode contratar um seguro adicional para assim evitar.

MODAL CIP

O CIP pode ser usado em qualquer modalidade de transporte.

Cobertura de seguro no INCOTERM CIP

De acordo com o termo CIP, o vendedor só precisa de fazer um seguro para uma cobertura mínima. Se o comprador desejar estar protegido por uma cobertura de seguro mais alargada, é necessário, nestas condições, obter o acordo do vendedor, ou então fazer ele mesmo um seguro suplementar.

Responsabilidades do Incoterm CIP

Entenda como ficam divididas as responsabilidades de cada envolvido no processo do CIP:

No país de origem (país do vendedor):

  • Embalagem – Vendedor
  • Identificação – Vendedor
  • Carga na origem – Vendedor
  • Transporte dentro do país de origem – Vendedor
  • Seguro no país de origem – Vendedor
  • Direitos de exportação – Vendedor
  • Inspeção – Vendedor e Comprador
  • Peritagem – Vendedor e Comprador
  • Burocracias alfandegárias – Vendedor
  • Armazenamento – Vendedor
  • Despesas com o embarque – Vendedor
  • Estiva – Vendedor

Entre o país de origem e o país de destino:

No país de destino (país do comprador):

  • Descarga – Vendedor
  • Manuseio – Comprador
  • Armazenagem – Comprador
  • Burocracias alfandegárias – Comprador
  • Direitos na importação – Comprador
  • Transporte dentro do país de destino – Comprador
  • Seguro no país de destino – Comprador
  • Descarga da mercadoria – Comprador

Incoterm CIP


Diferença entre Incoterm CIF e Incoterm CIP

Muitos importadores e exportadores confundem os incoterms CIF e CIP, vamos entender as diferenças entre eles. Porém, a diferença do Incoterm CIP para o CPT é a responsabilidade pelo pagamento do seguro.

👉🏼 Para que não haja enganos quanto as datas de atualização, é importante destacar que a última atualização dos Incoterms foi em 2020, ou seja, os Incoterms 2022 equivalem a versão atualizada em 2020!

 E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback😉

Sinara Bueno
Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex

e-Book Incoterms 2020