Finimp: o que é

É muito comum uma empresa precisar importar e estar sem capital de giro suficiente, seja essa importação de máquinas e equipamentos para aumento da produção, seja uma importação de itens para industrialização e revenda. Nessas situações, a solução pode estar no Finimp, o Financiamento à Importação. Vamos ver o que é e como funciona? ?

O que é o Finimp?

Finimp é uma linha de crédito de financiamento à importação na qual a instituição financeira realiza o pagamento à vista ao exportador e recebe de acordo com as condições negociadas junto ao importador no Brasil. Diferentemente dos financiamentos à exportação, como o Proex (Programa de Financiamento às Exportações), que são bem mais divulgados, pouca gente sabe da existência do Finimp. Esse financiamento pode abranger desde o valor da mercadoria, até as despesas para nacionalização, tais como frete e armazenagem, por exemplo, e geralmente é oferecido pelos maiores bancos (Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander, Citibank, etc) e instituições de crédito.

Modalidades do Financiamento à Importação

  • Finimp Direto: é o financiamento obtido diretamente junto a uma instituição de crédito no exterior para o importador brasileiro.
  • Finimp Repasse: é o financiamento obtido por uma instituição de crédito brasileira junto a uma instituição de crédito estrangeira. Nessa modalidade, o banco ou instituição de crédito brasileira repassa o capital para o importador local.

Requisitos do Finimp

  • A empresa deve possuir conta na instituição a qual pretenda contratar o Finimp;
  • A instituição de crédito deve aprovar a operação do Finimp com base na movimentação e histórico da empresa importadora;
  • Possuir a operação em andamento, bem como os respectivos documentos da importação.

Vantagens do Financiamento à Importação

  • Financiamento pode chegar a 100% do valor da importação, incluindo despesas locais com o desembaraço da mercadoria;
  • Prazo de até 360 dias para começar a pagar;
  • Não há restrições em relação a prazo mínimo ou máximo para as operações, as quais são baseadas na documentação de importação. O prazo máximo pode chegar a dez anos;
  • A periodicidade para quitar a parcela de juros é livremente acordada após o embarque da mercadoria;
  • Taxas de juros praticadas no mercado internacional. Nos últimos anos, a média dessa taxa de juros ficou em menos de 4% ao ano.

Tributação do Finimp

  • Finimp Direto: incide IR (Imposto de Renda) sobre o pagamento de juros ao exterior. Não incide IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) nessa modalidade.
  • Finimp Repasse: incide IOF tendo em vista a operação de crédito. Não incide IR.

Financiamento à Importação com prazo de pagamento acima de 360 dias

Conforme determina a legislação cambial brasileira, as operações acima de 360 dias têm que ser inseridas no Registro de Operações Financeiras – ROF, do Banco Central do Brasil. Esse registro pode ser feito pela corretora de câmbio, pela instituição de crédito ou mesmo pelo seu Despachante Aduaneiro.

O Finimp pode ser uma ótima opção para quem estiver buscando importar! Principalmente para contribuir com a questão do alto investimento de entrada. É fundamental se atentar bem sobre as taxas das instituições de crédito a fim de escolher a melhor opção para o seu caso.

 

E ai, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. ?

Resumo

O que é o Finimp?

Finimp é uma linha de crédito de financiamento à importação na qual a instituição financeira realiza o pagamento à vista ao exportador e recebe de acordo com as condições negociadas junto ao importador no Brasil.

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.