Importações da Malásia

A Malásia, localizada no sudoeste asiático, é conhecida mundialmente pelas praias, miscigenação de culturas e florestas tropicais. Hoje, vamos falar um pouco sobre as Importações da Malásia para o Brasil e quais são os principais produtos importados pela Malásia.

Se você quiser saber como estão os dados das exportações para a Malásia, é só dar um pulinho em nosso artigo logo ali.

Pegue uma caneca de café e vamos aos fatos e dados do dia. ☕

Importações da Malásia: dados

Em 2019, a Malásia faturou uma receita de US$ 1.268,7 bilhão em importações, sendo responsável por 0,7% das compras do Brasil. Em ranking, posicionou-se em 30º lugar como importador e manteve um superávit de US$ 1.559,2 milhões. Já no primeiro semestre de 2020, o país asiático mostrou uma grande queda com relação ao mesmo período do ano anterior, cerca de 32,2% a menos no faturamento, totalizando US$ 474 milhões e 0,6% de participação; permaneceu em 30º lugar no ranking de países importadores.

Principais produtos importados da Malásia

Como resumo, pode-se afirmar que a indústria da transformação dominou o quadro de importações tanto em 2019, quanto em 2020. É notório como a venda dos produtos deste setor são relevantes. Em seguida, aparece a agropecuária. Atualmente, entre janeiro e junho, os produtos importados ficaram organizados assim:

Já em 2019, o quadro de importações pode ser ilustrado assim:

Dados extraídos de janeiro até dezembro de 2019. Imagem: ComexStat.

Importações da Malásia: fatos

Agora, quando falamos das importações gerais dos malaios, alguns fatos precisam ser identificados, como: a Malásia fica em 26º no ranking de complexidade econômica, segundo o Índice de Complexidade Econômica (ECI); 25º em importação; e, em termos de PIB, 35º em economia mundial.

Dentre seus principais materiais fornecidos, estão circuitos integrados, petróleo refinado, petróleo bruto, peças de máquinas de escritório e equipamentos de transmissão. Os seus parceiros de compra são, principalmente, China, Cingapura, Japão, Estados Unidos e Tailândia.

E aí, gostou deste artigo? Então, inscreva-se no nosso blog e fique por dentro das novidades de Exportação, Importação e Drawback. 😉

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

Conheça as 7 novidades do Novo Processo de Importação