Importações do México

No nosso texto de hoje, trataremos sobre as importações do México. Vamos conhecer os principais produtos que o Brasil importa de lá! 

No ano de 2019 foram importados do México US$ 4,2 Bilhões.  Além disso, o México aparece em 7ª posição no ranking das principais origens de nossas importações. 

Vem comigo e vamos ver tudo isso de forma mais detalhada. 😉

Importações do México

As importações do México marcaram 2019 tornando então o país como o 7º principal país de onde o Brasil importou produtos. 

De janeiro a maio de 2020 houve uma queda de mais de 20% nas importações de produtos mexicanos em comparação ao ano anterior no mesmo período. Em 2020 foram gastos em produtos importados do México US$ 1,36 bilhão, sendo que em 2019 esse valor foi de US$ 1,75 bilhão.

Principais produtos Importados do México

A seguir confira quais foram os principais produtos importados no ano de 2019.

Principais produtos importados % Valor FOB US$
Veículos automóveis de passageiros 20 834 milhões
Partes e acessórios dos veículos automotivos 11 465 milhões
Demais produtos – Indústria de Transformação 4,9 204 milhões
Equipamentos de telecomunicações, incluindo peças e acessórios 4,6 192 milhões
Máquinas de processamento automático de dados e suas unidades 3,9 165 milhões
Instrumentos e aparelhos de medição, verificação, análise e controle 3,7 156 milhões
Veículos automóveis para transporte de mercadorias e usos especiais 3,5 146 milhões
Compostos organo-inorgânicos, compostos heterocíclicos, ácidos nucléicos e seus sais, e sulfonamidas 3,3 137 milhões
Ácidos carboxílicos e seus anidridos, halogenetos, peróxidos e perácidos e seus derivados 3,2 134 milhões
10º Máquinas e aparelhos elétricos 2,8 117 milhões

Fonte: ComexStat

Entre os principais produtos importados pelo Brasil originados do México se destacam as importações de veículos de passageiros são bastante altas. Na segunda colocação aparecem as peças para consertos em veículos. 

Aparecem na tabela também produtos como: máquinas e aparelhos elétricos, equipamentos de telecomunicações, incluindo peças e acessórios, entre outros.

Confira também o nosso texto sobre as exportações do brasileiras para o México.

Balança comercial Brasil x México

A balança comercial fechou 2019 com um Superávit de US$ 701,77 Milhões, o que significa que o Brasil exportou mais do que importou do país mexicano. 

Abaixo você confere os dados de 2019 de forma mais detalhada:

Economia mexicana

  • Principais setores econômicos: indústria, petróleo, agricultura, finanças e turismo.
  • Moeda: peso mexicano
  • PIB (nominal): US$ 1,224 trilhão (em 2018)
  • PIB per capita (nominal): US$ 9.180 (em 2018)
  • Taxa de crescimento do PIB: 2,1%  (em 2018)
  • Desempenho do PIB no 2º trimestre de 2019 (em relação ao 1º trimestre de 2019): alta de 0,1%
  • Posição no ranking econômico mundial: 12º (em volume de PIB 2017)
  • Composição do PIB por setor da economia: serviços (64,1%), indústria (31,5%) e agricultura (3,9%) – (dados de 2018)
  • Força de trabalho (em 2017): 54,5 milhões de trabalhadores ativos.
  • Taxa de desemprego: 3,6% (em junho de 2017)
  • Investimentos: 22,1% do PIB (em 2017)
  • População abaixo da linha de pobreza: 41% (em 2017)
  • Taxa de juros do Banco Central: 6,25% (em dezembro de 2017)
  • Carga tributária (impostos e taxas): 25,6% do PIB (em 2017)
  • Dívida Pública: 51,5% do PIB (em 2017)
  • Dívida Externa: US$ 480,5 bilhões (em dezembro de 2017)
  • Taxa de Inflação: 5,9% (em 2017)
  • Taxa de crescimento da produção industrial: 0% (no ano de 2017)
  • Principais produtos agropecuários produzidos: milho, trigo, soja, arroz, feijão, café, frutas, algodão, tomates, carne bovina, frango, leite e derivados.
  • Principais produtos industrializados produzidos: alimentos industrializados, bebidas, tabaco, produtos químicos, ferro e aço, petróleo, tecidos, roupas, calçados,  automóveis, bens de consumo duráveis.
  • Principais parceiros econômicos (exportação): Estados Unidos, Canadá e Alemanha.
  • Principais parceiros econômicos (importação): Estados Unidos, Japão, China e Coreia do Sul.

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro das novidades do comércio exterior, exportação, importação e drawback😉

 

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex.

Conheça as 7 novidades do Novo Processo de Importação