O que são Produtos Manufaturados

No artigo de hoje, falaremos sobre o que é o conceito Produtos Manufaturados. 

No acompanhamento das exportações e importações brasileiras por grau de elaboração do produto, o Brasil adota a classificação por fator agregado. Logo, neste conceito, as mercadorias são classificadas como produto básico ou industrializado, sendo este último grupo subdividido: em semimanufaturado e manufaturado.

Quando o governo apura os dados da balança comercial brasileira, os dados são apresentados usando a metodologia de classificação por fator agregado, é por isso que em nossos textos estes termos aparecem com frequência. Dados sobre Produtos Manufaturados apareceram em textos como principais produtos exportados pelo Paraná, exportados pela Bahia, produtos importados por Santa Catarina, entre outros. Confira. 

Vamos entender mais sobre o conceito Produtos Manufaturados. 😉

O que é o conceito de Produtos Manufaturados

Diferentemente dos Produtos Básicos, os produtos industrializados são aqueles que sofreram transformação substantiva.

Para entender o que é Produto Manufatura temos que entender também o que são os produtos semimanufaturados. Portanto, os Produtos Semimanufaturados são aqueles que ainda não estão em sua forma definitiva de uso, quer final quer intermediário, pois deverão passar por outro processo produtivo para se transformarem em produto manufaturado (ex.: açúcar em bruto => açúcar refinado; Óleo de soja em bruto => óleo de soja em refinado; produtos semimanufaturados de ferro/aço => laminados planos; celulose => papel, etc.).

Produtos manufaturados são principalmente aqueles produtos feito manualmente e de uma forma bastante padronizada e normalmente em uma grande quantidade.

No processo de fabricação podem ser usado somente as mãos, ou seja, como era feito antes da Revolução Industrial, ou grande acervo de máquinas, como passou a ocorrer após a Revolução. É um sistema mais avançado do que a produção artesanal.

Exemplos de Produtos Manufaturados

Confira abaixo alguns exemplos de Produtos Manufaturados:

  • Automóveis de passageiros;
  • Veículos de carga;
  • Açúcar refinado;
  • Autopeças;
  • Motores para veículos; e
  • Óleos combustíveis.

Exportação de produtos manufaturados em 2019

Em 2019 houve uma diminuição nas vendas externas de Produtos Manufaturados. Automóveis, autopeças, veículos de carga e plataformas para extração de petróleo estão entre as maiores reduções, segundo a Secretaria de Comércio Exterior. O valor das exportações de manufaturados em 2019 foi de US$ 77,452 bilhões, US$ 8,671 bilhões abaixo de 2018 e média diária menor em 11,1%.

A crise na Argentina teria sido um dos fatores para essa redução. O Brasil deixou de exportar US$ 5,2 bilhões no ano passado para o país.

O que é fator agregado

Produtos são então divididos em três categorias que são: Produtos Básicos, Produtos Semimanufaturados e Produtos Manufaturados. Essa divisão é feita de acordo com o valor do produto e como é feita a sua produção.

A divisão entre estes produtos ocorre, portanto, desde 1960 e foi adotada basicamente para mensurar o grau de elaboração da pauta do país.

Essa metodologia pelo fator agregado foi elaborada primeiramente pela antiga CACEX que era do Banco do Brasil o qual era o órgão responsável pela administração do Comércio Exterior Brasileiro.

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro das novidades do comércio exterior.  😉

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex.