Entenda mais sobre a exportação de farelo de soja

Atualizado em: por Sinara Bueno.

Em nosso artigo de hoje falaremos sobre as exportações de Farelo e resíduos da extração de óleo de soja, que é produzido a partir da moagem de flocos de soja descascada e desengordurada. O farelo de soja possui aproximadamente de 42 a 50% de proteína em peso seco.

E-book - passo a passo DU-E

Vamos agora saber mais sobre as exportações sobre farelo de soja!

farelo de soja

Exportações de farelo e resíduos da extração da soja

As exportações de farelo e resíduos da extração da soja foram consideráveis em 2019 deixando o produto na nona colocação entre os produtos mais exportados pelo Brasil no ano de 2019.

Em valores FOB houve uma queda de 11,5% se for comparado ao ano anterior de 2018, apesar do aumento de 0,1% na quantidades em toneladas.

>> Leia também sobre Soja e Milho: governo zera o Imposto de Importação


Para onde vão as exportações de farelo e resíduos da extração de óleo de soja

A seguir confira uma tabela com os principais destinos do Farelo de Soja:

 

Países de destino do farelo de soja

Valor FOB US$

Países Baixos920,29 milhões
Tailândia626,79 milhões
França594,62 milhões
Alemanha560,95 milhões
Indonésia520,17 milhões
Coréia do Sul503,83 milhões
Espanha286,25 milhões
Irã279,36 milhões
Eslovênia211,05 milhões
10ºPolônia197,86 milhões

Fonte: ComexStat de Janeiro a Dezembro de 2019

O principal destino foi Países Baixos, conhecido como Holanda representando 16% dos principais destinos, correspondendo a um valor FOB de 920,29 milhões. Seguida da Tailândia que representa cerca de 11%.

Os principais estados que exportaram farelo de soja em 2019 foram sobretudo, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul e Goiás.

O que é o Farelo da soja

Como já citado no início deste texto, ele é produzido a partir da moagem de flocos de soja descascada e desengordurada. O farelo obtido como um subproduto na extração do óleo é usado, principalmente, como ração animal, devido ao alto teor de proteína (43 - 48%). Embora o farelo seja considerado tecnicamente um subproduto, ele é a parte mais lucrativa da indústria de óleo de soja. O preço do farelo no mercado varia de acordo com o seu índice de proteína.

Qual a importância do Comércio Exterior?

Uma das principais vantagens do Comércio Exterior é a possibilidade de importar mercadorias não existentes no país. Esse investimento é muito benéfico, pois garante um diferencial competitivo para as empresas que comercializam esses produtos internacionais no Brasil.

O mesmo vale para a exportação. Existem mercadorias que temos em grandes volumes no país, como é o caso dos produtos de origem agrícola. Os granéis agrícolas, como a soja, o milho e o trigo, são produzidos em grande escala no país, e a exportação contribui muito para a economia nacional.

E aí, gostou deste artigo sobre a exportação de farelo de soja e como funciona a exportação de farelo de soja? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

Sinara Bueno
Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex

Webinário - Como elaborar e automatizar a DU-E na prática