Veja mais sobre a Rede Blockchain e o Comex

Você já ouviu falar do tema Rede Blockchain? Neste artigo falaremos a respeito da Blockchain e o sua relação com o Comércio Exterior. 

Tópicos desse artigo:

  • Rede Blockchain e sua definição;
  • O Comércio Exterior e a Blockchain;
  • Como funciona; e
  • Vantagens.

Vem com a gente! 😉

Rede blockchain e o Comex

O que é Rede Blockchain

O Blockchain é um banco de dados porém não um banco de dados normal, ele é como se fosse um livro de registros que é muito eficiente e muito seguro por ser normalmente inviolável.

O sistema é uma tecnologia muito interessante e com o passar dos tempos passou a ser usado em muitos sistemas, como: financeiros, comerciais, governamentais, eleitorais entre outros. Muitos bancos passaram a usar a Rede Blockchain por conta da sua facilidade e seu desempenho.

A tecnologia nada mais é do que um livro contábil que vai fazer o registro de uma transação de moeda virtual, essa informação sendo permanente e de extrema confiança. Basicamente a Blockchain registra as informações como: a quantidade de moedas virtuais, quem enviou, quem recebeu, quando a transação foi feita e em qual lugar do livro ela está registrada. 

A cada 10 minutos no Blockchain, é formado um novo bloco de transações, que se liga ao bloco anterior. Os blocos dependem um do outro e formam assim uma cadeia de blocos. Isso torna a tecnologia perfeita para o registro de informações que necessitam de confiança, como no caso da transação de moeda. 

A rede Blockchain é formada por mineradores que verificam e registram as transações no bloco. Para que isso seja possível, eles emprestam poder computacional para a rede como incentivo para continuarem colaborando e tornar a rede sustentável, eles recebem uma recompensa em moeda digital.  

Com tudo isso podemos perceber que o Blockchain é extremamente transparente.

Rede Blockchain dentro do Comércio Exterior

O Comércio Exterior cada vez cresce mais e por esse motivo é necessário implantar novas tecnologias para ajudar, umas dessas tecnologias desenvolvida foi a Rede Blockchain, que traz a confiança que empresas precisam na hora de lidar com o Comex.

Quando falamos da relação com o Comércio Exterior está associado a busca  em reduzir ou às vezes até mesmo eliminar o uso de papéis e a burocracia envolvida nos processos de importação e exportação.

É sempre bom lembrar de que o uso do Blockchain e dos contratos inteligentes  em operações fora do ambiente das criptografias ainda é novo, e ainda está em desenvolvimento o que pode acarretar falhas precisando assim de aperfeiçoamentos, porém não se pode desprezar o seu valor.

Serpro a pedido da Receita Federal decidiu criar a Rede Blockchain bCONNECT para assim facilitar todos os trâmites legais em torno das exportações e importações.

O bCONNECT é uma ferramenta que permite o compartilhamento em rede de informações cadastrais das empresas certificadas pela receita federal como Operador Econômico Autorizado (OEA) e que usufruem de benefícios como facilitação dos procedimentos aduaneiros, tanto no Brasil quanto no exterior. Ele garante a autenticidade das informações compartilhadas entre o Brasil e países parceiros.

Qual a vantagem de usar a tecnologia?

A vantagem de operar por essa tecnologia é que,ela oferece um modelo de cooperação entre as nações, pois, cada país pode ver dados de outros países, realiza auditorias se for necessário, por isso a tecnologia não funciona apenas para determinado país. Essa tecnologia precisa também de segurança para que os dados não possam ser modificados de sem uma autenticação, assegurando também que não haverá alteração do próprio registro de nenhum dos lados, assegurando assim a integridade da transação.

Confira o vídeo sobre o tema:



Como funciona

Cada país que é integrante da rede inclui as suas informações dentro da rede relativas as suas empresas OEA na rede Blockchain e essas informações serão imediatamente visualizadas por aqueles países que possuem um smart contract, que nada mais é do que um contrato de forma digital firmado entre duas partes e que não pode ser perdido ou adulterado, em resumo é um contrato que garante a execução de um acordo, utilizando a tecnologia Blockchain.

A rede usada pelo bCONNECT foi desenvolvida com o framework Hyperledger Fabric 1.4, mantido pela The Linux Foundation.

Qual a importância do Comércio Exterior?

Uma das principais vantagens do Comércio Exterior é a possibilidade de importar mercadorias não existentes no país. Esse investimento é muito benéfico, pois garante um diferencial competitivo para as empresas que comercializam esses produtos internacionais no Brasil.

O mesmo vale para a exportação. Existem mercadorias que temos em grandes volumes no país, como é o caso dos produtos de origem agrícola. Os granéis agrícolas, como a soja, o milho e o trigo, são produzidos em grande escala no país, e a exportação contribui muito para a economia nacional.

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

Sinara Bueno
Leandro Sprenger

Empreendedor, Apaixonado por Tecnologia, Especialista em TI para Comércio Exterior e responsável pela criação de diversos sistemas de BI para Comex por mais de 15 anos. Co-criador da Plataforma de Ensino SimulaComex e do Sistema FComex.

Webinário - Como elaborar e automatizar a DU-E na prática