Tipos de Portos: conheça

O assunto de hoje é sobre os tipos de portos. Iremos abordar de forma detalhada sobre as características de cada uma dessas zonas portuárias. Os portos têm um papel extremamente importante para o desenvolvimento do comércio exterior.

Considerando que o transporte mundial de cargas, quase que em sua totalidade, é feito por navios, sem os portos o desenvolvimento das relações comerciais de qualquer país importador ou exportador seria obstruída pelos custos e dificuldades com a utilização de outros meios de transporte. 

Esses locais contam com o pessoal e serviços necessários ao carregamento e descarregamento de carga e ao estoque temporário deles, como instalações para o movimento de pessoas e carga ao redor do setor portuário.

Se você quer conhecer todos os tipos de portos, vem comigo. 😉

Tipos de Portos: saiba mais

Tipos de Portos: Lista

Um porto é uma área, abrigada das ondas e correntes, localizada à beira de um oceano, mar, lago ou rio, destinada à atracação de barcos e navios. Os tipos de portos são:

  1. Marítimos
  2. Fluviais
  3. Estuários
  4. Lacustres

Entretanto, o Sistema Portuário Brasileiro é organizado de outra forma pelo Governo Federal, sendo classificado por três linhas: quanto à sua localização, quanto à infraestrutura e quanto à sua função. Mais adiante falaremos sobre esse assunto. Agora vamos as características dos portos da lista acima:

  • Portos Marítimos: Tratam-se de unidades construídas para favorecer a movimentação de cargas e passageiros em áreas distantes. Esses portos estão localizados às margens dos oceanos. Podem ser subdivididos em Portos Naturais, Portos de Mar Aberto e Portos Abrigados;
  • Porto Fluviais: Tem características semelhantes aos portos marítimos, entretanto o porto fluvial se localiza às margens de rios. Também são chamados de portos hidroviários.
  • Portos Estuários e Lacustres: Tanto o porto estuário, quanto os lacustres estão localizados em contato com lagos e com mar através de canais de navegação.

Organização de portos segundo o Governo Brasileiro

Agora vamos falar um pouco mais sobre o sistema portuário de acordo com o Governo Federal.

Portos quanto a localização

Essa classificação engloba todas as características acima citadas. Ou seja, a principal classificação é quanto ao tipo de localização, se dividindo em: Portos Marítimos, Fluviais, Estuários e Lacustres. Porém ainda há um novo tipo de porto incluso nessa relação. 

O Porto Seco refere-se a regiões que estão ligadas por estradas, rodovias, vias férreas ou aéreas. Sendo, dessa forma, um terminal intermodal terrestre, podendo ter uma ou mais modalidades de transporte.

Portos quanto a infraestrutura

A classificação quanto a infraestrutura é simples, tendo a sua função dividida de acordo com o objetivo e estrutura. Cada um desenvolve um papel diferente, tendo igual importância para o ramo a qual atende. Dentro disso, existem os Portos Comerciais, Portos Industriais, Portos Turísticos, Portos Pesqueiros e Portos Multifuncionais.  

Portos quanto as suas funções

Também existe a divisão quanto às funções desempenhadas pelo porto, tendo assim os portos que atendem atividades burocráticas e os portos que atendem atividades econômicas. No primeiro caso, há os Portos Internacionais, Portos Regionais e Portos Locais.

Já no segundo, temos por exemplo os Portos Industriais, Portos Comerciais, Portos Linner, Portos Hub e Porto Passageiros. 

Escrevemos um artigo abordando a Exportação no Brasil, nele você irá conhecer os principais produtos comercializados com outros países.

Você sabe o que é praticagem? A praticagem pode ser definida como um serviço de assessoria aos comandantes dos navios para navegação em águas restritas, isto é, onde existem condições que dificultam a livre e segura navegação como, por exemplo, em portos, estuários e hidrovias.

Portos ao redor do mundo

Leia também nosso artigo sobre os Principais Portos do Mundo, nele você irá conhecer as zonas portuárias mais importante e que aumentam o capital de diversos países.

Por fim, separamos alguns artigos relacionados com o de hoje e que falam sobre portos.

Conheça nossos outros textos sobre portos, como por exemplo:

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

leandro.sprenger

Empreendedor, Apaixonado por Tecnologia, Especialista em TI para Comércio Exterior e responsável pela criação de diversos sistemas de BI para Comex por mais de 12 anos. Co-criador da Plataforma de Ensino SimulaComex e do Sistema FComex.

🎯 Encontre Prestadores de Serviços de Comércio Exterior: Acesse o Portal de Empresas de Comex.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.