Drawback Isenção no Novo Processo de Importação | Entenda

Atualizado em: por Sinara Bueno.

No dinâmico cenário do comércio internacional, despachantes aduaneiros e importadores desempenham um papel crucial na facilitação e eficiência dos processos de importação. Entre as ferramentas estratégicas disponíveis, o Drawback Isenção emerge como uma peça-chave, especialmente no contexto do novo processo de importação. 

Academy: Drawback na prática

Neste texto, exploraremos minuciosamente os aspectos técnicos e operacionais do Drawback Isenção no Novo Processo de Importação, destacando sua relevância no contexto do funil aduaneiro.

Vamos lá? 😉


O que é Drawback Isenção?

O Drawback Isenção é um regime aduaneiro especial que visa incentivar as importações ao oferecer a isenção ou a restituição de tributos incidentes sobre insumos utilizados na produção de bens destinados à exportação. No contexto do novo processo de importação, compreender os fundamentos do Drawback Isenção é essencial para explorar seus benefícios estratégicos.

Mudanças no NPI e a Adaptação do Drawback Isenção

Com as recentes transformações no processo de importação, incluindo atualizações na legislação aduaneira e na estrutura tarifária, é crucial analisar como o Drawback Isenção se adapta a essas mudanças. A compreensão das nuances do novo processo é vital para otimizar o uso efetivo do Drawback Isenção, garantindo benefícios máximos.

Vantagens para Importadores e Despachantes Aduaneiros

Ao explorar os detalhes técnicos do Drawback Isenção, é imperativo destacar as vantagens competitivas que essa ferramenta proporciona aos importadores e despachantes aduaneiros. A isenção de tributos pode resultar em significativa redução de custos, fortalecendo a posição competitiva no mercado global.

Procedimentos Operacionais e Requisitos Técnicos do Drawback Isenção

Para implementar eficientemente o Drawback Isenção no novo processo de importação, é crucial compreender os procedimentos operacionais e atender aos requisitos técnicos estabelecidos pelas autoridades aduaneiras. Este ponto é particularmente relevante para evitar possíveis entraves e garantir conformidade legal.

Desafios e Considerações Estratégicas

Embora o Drawback Isenção ofereça inúmeras vantagens, não está isento de desafios. Analisaremos os obstáculos potenciais, como a complexidade burocrática e as mudanças nas condições de mercado, fornecendo orientações estratégicas para superar esses desafios.

O Futuro do Drawback Isenção 

Antecipar o futuro do Drawback Isenção requer uma análise cuidadosa das tendências emergentes no comércio internacional. Discutiremos as perspectivas futuras, possíveis adaptações necessárias e a contínua relevância dessa ferramenta estratégica no contexto de um ambiente comercial em constante evolução.

Ou seja, o Drawback Isenção permanece como um instrumento fundamental para importadores e despachantes aduaneiros no novo processo de importação. A compreensão detalhada de seus aspectos técnicos, adaptação às mudanças e a aplicação estratégica desses conhecimentos são essenciais para maximizar os benefícios e garantir a eficiência operacional no complexo mundo do comércio internacional. Este texto visa servir como um guia abrangente para aqueles que buscam explorar plenamente as oportunidades oferecidas pelo Drawback Isenção em seu cotidiano profissional.

O que é o Novo Processo de Importação (NPI)

O Novo Processo de Importação, ou simplesmente NPI é o Projeto do Governo de reestruturação, simplificação e desburocratização das Importações Brasileiras. O Portal Siscomex é um dos instrumentos do NPI, no qual temos uma reestruturação de documentos eletrônicos tais como: a DUIMP, o Catálogo de Produtos, LPCO e outros.

👉 Mas não ficando só nisso, e passando também por mapeamento, reestruturação de normas, processos e legislações.

Fluxograma Drawback Isenção

Vamos ver como funciona. Para exemplificar, veja o fluxograma do Drawback Isenção, abaixo:

Drawback isenção

 

Quais são os prazos do Drawback Isenção?

Primeiramente, cabe ressaltar que o prazo para solicitação deste benefício é de dois anos, contado da data de DI (Declaração de Importação).

Por exemplo, se irei solicitar o Ato Concessório em Junho de 2020, então minhas DIs não podem ser anteriores a Junho de 2018.

Veja o que diz a Portaria SECEX Nro. 23 de 14/07/2011, no artigo 117:

Para fins de habilitação ao regime de drawback integrado isenção, somente poderá ser utilizada declaração de importação (DI) e/ou nota fiscal (NF) com data de registro ou emissão, conforme o caso, não anterior a 2 (dois) anos da data de apresentação do respectivo Pedido de Ato Concessório de Drawback Integrado Isenção.

Portanto, após o Ato Concessório aprovado, você terá dois anos (1 ano, podendo ser prorrogado por igual período) para realizar as suas compras, esta é a validade do Drawback Isenção.

Veja também o nosso artigo sobre como consultar ato concessório de Drawback Isenção!

E aí, gostou do conteúdo de hoje? Se inscreve no nosso blog para ficar por dentro dos assuntos de Comércio Exterior e Drawback. 😉

Sinara Bueno
Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex

[E-BOOK] Guia do Drawback Suspensão 2024