Exportações Brasileiras para a Itália

Hoje falaremos sobre mais um importante parceiro comercial do Brasil: a Itália. País que é a 7ª maior economia do mundo no quesito exportação. Vamos conhecer mais sobre as Exportações Brasileiras para a Itália.

A Itália é um país da Europa cuja capital é Roma onde fica localizado o Vaticano e abriga obras de arte monumentais e ruínas antigas. No momento atual muito é citada a Itália por conta do novo Coronavírus que já chegou por lá. O país é, após China e Coréia do Sul, o país com mais casos pelo mundo. Vamos agora ver os dados da economia do país em 2019 e fazer um balanço de qual a projeção para 2020.

 

Produtos que o Brasil exporta para a Itália

Confira a seguir uma tabela com os principais produtos exportados para a Itália em 2019:

Produtos exportados pela Itália

Valor FOB

Celulose 633 Milhões
Café 471,58 Milhões
Couro e peles depilados, exceto em bruto 195,32 Milhões
Minérios de ferro 183,12 Milhões
Demais produtos semimanufaturados 163,55 Milhões
Carne Bovina 157,1 Milhões
Demais produtos manufaturados 121,28 Milhões
Farelos e resíduos da extração de óleo de soja 102 Milhões
Produtos semimanufaturados de ferro ou aço 87,3 Milhões
10º Soja 80,7 Milhões

Fonte: ComexStat no período de janeiro a dezembro de 2019.

A Celulose que é normalmente usada para a fabricação de papel foi o produto que a Itália mais exportou do nosso país, o que representou 20% de todas as exportações que saíram do Brasil para o país Italiano. Em seguida podemos ver o café, em média 8,6 milhões de sacas de café verde por ano do Brasil vai para a Itália.

Em 2019 o país Italiano ficou na 13ª colocação quando falamos de exportação fazendo assim com que ocorresse um déficit, pois o Brasil acabou importando mais produtos do que exportando, esse déficit em valores foi de 892,14 Milhões.

As exportações totais da Itália registraram um valor FOB de 3,15 Bilhões uma queda de 11% em relação ao ano de 2018.

A seguir confira uma imagem com a balança comercial dos dois países:

Relação Comercial entre Brasil e Itália

As relações entre Brasil e Itália são as relações diplomáticas entre a República Federativa do Brasil e a República Italiana. O Brasil mantém uma embaixada e um consulado-geral em Roma, a Itália mantém uma embaixada em Brasília e um consulado-geral em Curitiba.

De acordo com o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior brasileiro o Brasil é o principal mercado para as exportações da Itália na América Latina, totalizando US$ 3,15 bilhões. 

 

Coronavírus x Itália 2020

O país Italiano virou foco dos tabloides após se tornar um dos países com maior número de casos do novo Coronavírus sendo o que tem mais casos na Europa. Ninguém sabe ao certo como o surto se iniciou na Itália, mas claro que há suspeitas.

Ignazio Visco, governador do Banco da Itália, disse em entrevistas que o impacto do novo coronavírus na Itália pode chegar a 0,25% do Produto Interno Bruto (PIB). Ele também pediu uma resposta fiscal e monetária coordenada de organismos internacionais para combater a desaceleração econômica se o ataque do vírus não for temporário.

O cenário econômico na Itália não é favorável. A dívida pública do país atingiu quase 135% do PIB em 2018, o que torna mais difícil para o governo cortar impostos e aumentar os gastos em tempos de recessão. E os custos inevitáveis com o surto dificulta ainda mais as contas públicas.

E ai, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.