Exportações do Amapá

O Amapá é mais um estado do norte do país, o qual é o 22º colocado no ranking de maiores exportadores do Brasil, tendo exportado no ano de 2019 cerca de US$ 261 milhões em produtos. A participação do estado nas exportações foi de 0,1% no ano.

Os portos do Amapá movimentaram juntos 1.635.584 toneladas no ano de 2019, das quais 90,1% entraram e saíram pelo Porto de Santana, o principal do estado.

Vamos agora entender melhor os dados de exportação pelo estado do Amapá.

Vem comigo 😉

Exportações pelo Amapá: Vamos entender

O Estado Amapaense não é tão bem colocado quando falamos de exportações, pois no ano de 2019 ficou na 22ª colocação como estados que mais exportam seus produtos no Brasil. Em 2020 o estado segue na mesma colocação como exportador.

O Amapá é bastante conhecido pelas exportações de ouro não monetário, ou seja, aquele que é usado para fabricação de jóias e outros fins, podemos citar também as exportações de madeira, a qual tem se destacado nos últimos anos.

Foram exportados no ano de 2019 US$ 261 milhões.

Principais Produtos exportados pelo Amapá

Falando em produtos, vamos a seguir conhecer quais foram os principais exportados pelo estado. 

Produtos Exportados % Valor FOB US$
Ouro, não monetário 70 183 milhões
Madeira em estilhas ou partículas 21 54 milhões
Soja 3,3 8,73 milhões
Frutas, preservados e preparações 3,2 8,24 milhões
Demais produtos – Indústria de Transformação 2,7 6,95 milhões

Como já citado acima o ouro e madeira, são os principais produtos exportados pelo estado amapaense.

A soja aparece como o 3º produto mais exportado pelo estado do Amapá e gerou no ano US$ 8,73 milhões. Note que a Soja está na lista dos Principais Produtos Exportados pelo Brasil.

Balança Comercial Amapá

A balança comercial do estado nos mostra um superávit, ou seja, o estado exportou mais seus produtos do que importou de outros países e gerou um valor de US$ 135 milhões em saldo.

Confira a imagem a seguir:

Fonte: ComexStat

Economia Amapá

Localizado na Região Norte, o estado do Amapá possui extensão territorial de 142.827,897 quilômetros quadrados e população de 669.526 habitantes, conforme dados divulgados em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Amapá se destaca no cenário nacional por ser o estado mais bem preservado ambientalmente. A implantação do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Amapá (PDSA), em 1995, proporcionou o desenvolvimento de atividades econômicas associadas à preservação ambiental.

A participação do Amapá para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, em 2008, foi de 0,2%. No âmbito regional, sua contribuição foi de 4,5%. A composição do PIB amapaense é a seguinte:

  • Agropecuária: 4,3%.
  • Indústria: 9,9%.
  • Serviços: 85,8%.

A atividade agropecuária é pouco desenvolvida, e sua produção não é suficiente para suprir a demanda estadual, havendo, portanto, necessidade de importar boa parte dos alimentos consumidos pela população. Visando reverter essa situação, o governo estadual, através da Agência de Fomento, tem realizado convênios com produtores para impulsionar o cultivo de arroz, feijão, milho, mandioca, frutas, pimenta-do-reino, entre outros.

O estado também possui grande potencial mineral, com destaque para a exploração de ouro, caulim e manganês – o Amapá é um dos maiores produtores de manganês no Brasil.

O setor industrial não é muito desenvolvido, entretanto, esse segmento da economia vem aumentando de forma significativa no estado, com destaque para os setores de mineração e alimentação.

Um dos maiores empecilhos para o desenvolvimento econômico é o pouco desenvolvimento de infraestrutura, visto que o estado enfrenta problemas nos serviços de energia, comunicação e transporte.

Exportações e Importações do Brasil em 2021

Já em 2021, até o mês de Novembro, o Brasil totaliza um valor corrente de negociações de US$ Milhões 454.996,8. Sendo US$ Milhões 256.028,3 de exportações, e US$ Milhões 198.968,5. Gerando um superávit de US$ Milhões 57.059,8.

Já o produto mais exportado no ano de 2021 foi o Minério de Ferro e seus concentrados. Quanto ao produto mais importado foi “Adubos ou Fertilizantes Químicos” conforme dados do ComexStat.

Para exemplificar:

E aí, gostou deste artigo? Então, inscreva-se em nosso blog e fique por dentro das novidades do comércio exterior. 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

Tenha o roteiro de elaboração da DU-E em mãos!

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.