Exportações para a Argélia: confira

No artigo de hoje, iremos falar sobre as Exportações para a Argélia. Também vamos falar sobre os aspectos econômicos do país africano, bem como os principais produtos brasileiros exportados para a Argélia.

República Argelina Democrática e Popular, é um país da África do Norte que faz parte do Magrebe. Sua capital é Argel, no norte do país, sendo a cidade mais populosa na costa do Mediterrâneo. 

O país tem fronteiras com Tunísia, Líbia, Níger, Mali, Mauritânia, território contestado do Saara Ocidental e Marrocos.

Quer conhecer mais sobre as Exportações brasileiras para a Argélia? Então vem comigo. 😉

Exportações para a Argélia: entenda

Exportações para a Argélia: principais produtos

Segundo levantamentos realizados pelo Comex Sat, em 2020, os principais produtos brasileiros exportados para a Argélia foram:

Produtos exportados para a Argélia Valor FOB US$
Açúcares e melaços 669 Milhões
Milho não moído, exceto milho doce 161 Milhões
Soja 119 Milhões
Minério de ferro e seus concentrados 43,9 Milhões
Carne bovina fresca, resfriada ou congelada 42,9 Milhões
Amendoins 39,3 Milhões
Gorduras e óleos vegetais “soft” bruto, refinado ou fracionado 36,0 Milhões
Demais produtos – Indústria de Transformação 33,9 Milhões
Tubos e perfis ocos, e acessórios para tubos de ferro ou aço 7,73 Milhões
10º Resíduos vegetais, feno, forragens e outros farelos 709 mil

Fonte: ComexStat — Dados de janeiro a dezembro de 2020.

Com relação aos principais produtos exportados do Brasil para a Argélia, a Indústria de Transformação sai na frente, seguido da categoria de Agropecuária e Outros Produtos.

Veja agora a relação completa dos produtos exportados para a Argélia na imagem a seguir:

Exportações para a Argélia: produtos

A Argélia é tida como uma potência regional e média. O país fornece grandes quantidades de gás natural para a Europa, e as exportações de energia são um dos principais contribuintes na economia argelina. 

De acordo com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), a Argélia tem a 17ª maior reserva de petróleo do mundo e a segunda maior da África, ao mesmo tempo que tem a 9ª maior reserva de gás natural no mundo.

Balança comercial entre Brasil e Comercial

Até abril de 2021, o Brasil aponta um Superávit de US$ 274,7 milhões, isso significa que foram exportados mais produtos para a Argélia do que importados do país africano. Entretanto, o país ocupa atualmente o 15º lugar no ranking de exportações.

Só para exemplificar, em 2020 a Balança Comercial entre os dois países nos apresentou, um Superávit de US$ 410 milhões, valor relativamente alto se comparado com outros países africanos. Embora ainda tenha um importante campo a ser explorado nas relações do Comex.

Escrevemos um texto abordando a Exportação no Brasil, nele você irá conhecer os principais produtos comercializados com outros países.

Veja agora os dados completos da balança comercial de 2020 conforme imagem abaixo:

Exportações para a Argélia: balança comercial

Exportações para a Argélia: Economia do país africano

A Argélia é classificada como um país de renda média-alta pelo Banco Mundial. A moeda da Argélia é o dinar (DZD). A economia continua dominada pelo Estado, um legado do modelo de desenvolvimento socialista pós-independência do país. Nos últimos anos, o governo argelino suspendeu a privatização das indústrias estatais e impôs restrições às importações e ao envolvimento estrangeiro na sua economia.

O país tem lutado para desenvolver indústrias fora do setor de hidrocarbonetos, em parte por causa dos altos custos e de uma inerte burocracia estatal. 

A maior base econômica do país está na exportação de petróleo e gás natural. Em 2020, o país era o 17º maior produtor de petróleo do mundo, 1,1 milhão de barris/dia. A Argélia não aderiu à Organização Mundial do Comércio, apesar de vários anos de negociações.

Mapa da Argélia

A Argélia tem duas regiões geográficas principais, a região norte e a região do deserto do Saara, na região ao sul do país.

O rio Chelife é o maior do país. A maior parte da região árida do Saara é coberta com cascalhos e pedras, com pouca vegetação; há também grandes áreas de dunas de areia no norte e no leste.

O porto de Argel é o principal porto do país, com estrutura para carga geral e contêineres. É também o principal porto para passageiros do país, com ferries (balsas) para a Europa.

Escrevemos um artigo sobre os Principais Portos da Argélia, confira!

Localização geográfica

De fato, a Argélia é um grande potencial a ser explorado no comércio exterior brasileiro.

Confira também os artigos sobre os Principais Produtos Importados no Brasil e os Principais Portos Africanos.

Exportações e Importações do Brasil em 2021

Já em 2021, até o mês de Novembro, o Brasil totaliza um valor corrente de negociações de US$ Milhões 454.996,8. Sendo US$ Milhões 256.028,3 de exportações, e US$ Milhões 198.968,5. Gerando um superávit de US$ Milhões 57.059,8.

Já o produto mais exportado no ano de 2021 foi o Minério de Ferro e seus concentrados. Quanto ao produto mais importado foi “Adubos ou Fertilizantes Químicos” conforme dados do ComexStat.

Para exemplificar:

Por fim, separamos alguns artigos que falam das exportações brasileiras para outros países.

Conheça a lista de alguns dos nossos textos sobre exportações, são eles:

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Qual o principal porto da Argélia?

O porto de Argel é a principal zona portuária do país

Qual a base da economia da Argélia?

A maior base econômica do país está na exportação de petróleo e gás natural.

Quais os principais produtos exportados para a Argélia?

Açúcar, milho, soja, minério de ferro, carne bovina, amendoins, gorduras e óleos vegetais, demais produtos - Indústria de Transformação, tubos e perfis ocos e resíduos vegetais.

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

📘 E-book: Guia da Declaração Única de Exportação (DU-E)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.