Exportações para a Nicarágua: principais produtos exportados

Hoje vamos entender um pouco mais sobre alguns aspectos das Exportações para a Nicarágua. Neste artigo você também verá a relação da balança comercial entre o país e o Brasil, bem como a sua economia local.

A República da Nicarágua é um país da América Central, limitado ao norte pelo Golfo de Fonseca. Faz fronteira com El Salvador, Honduras, com o território colombiano de San Andrés e Providencia, Costa Rica e Oceano Pacífico. Sua capital é Manágua.

Quer conhecer mais sobre as Exportações brasileiras para Nicarágua? Então vem comigo. 😉

Exportações para a Nicarágua: descubra

Exportações para a Nicarágua: principais produtos

Segundo levantamentos realizados pelo Comex Sat, em 2020, os principais produtos brasileiros exportados para a Nicarágua foram:

  Produtos exportados para a Nicarágua Valor FOB US$
Arroz com casca 6,26 milhões
Milho 5,68 milhões
Máquinas agrícolas 5,50 milhões
Café 5,17 milhões
Máquinas não elétricas 3,83 milhões
Arroz sem casca 2,96 milhões
Tratores 3,68 milhões
Demais produtos – Indústria de Transformação 2,31 milhão
Instalações e equipamentos de engenharia civil 1,83 milhão
10º Artigos de confeitaria 1,45 milhões

Fonte: ComexStat — Dados do Ano de 2020.

Com relação aos principais produtos exportados do Brasil para a Nicarágua, a Indústria de Transformação sai na frente, seguido da categoria da Agropecuária e Outros Produtos.

Veja agora a relação completa dos produtos exportados para a Nicarágua na imagem a seguir:

Exportações para a Nicarágua: produtos

A diversidade biológica no país também é notável, possuindo um clima tropical e vulcões ativos, fazendo da Nicarágua um destino turístico cada vez mais popular.

A Nicarágua é um dos primeiros países da América Central em criação de gado. A nação conta com cerca de 3,5 milhões de cabeças de gado, 4 350 de bovinos, 405 mil de suínos e 6 800 de caprinos.

Vale lembrar que a taxa de pobreza diminuiu de 42,5% para 30% nos últimos anos.

Balança comercial entre Brasil e Nicarágua

Até abril de 2021, o Brasil aponta um Superávit de US$ 21,6 milhões, isso significa que foram exportados mais produtos para a Nicarágua do que importados do país. Entretanto, o país ocupa atualmente o 112º lugar no ranking de importações.

Já no ranking das exportações, a Nicarágua ocupa o 108º lugar dos países que mais comprar produtos brasileiros.

Só para exemplificar, em 2020 a Balança Comercial entre os dois países nos apresentou, um Superávit de US$ 61,1 milhões, valor relativamente alto se comparado com outros países caribenhos. Embora ainda tenha um importante campo a ser explorado nas relações do Comex.

Escrevemos um texto abordando a Exportação no Brasil, nele você irá conhecer os principais produtos comercializados com outros países.

Importantes mercados de destino foram responsáveis pelo aumento do volume total exportado, entretanto algumas regiões diminuíram no número de exportações, destacando-se as diminuições do volume exportado para a América central e Caribe (1,4 %).

Veja agora os dados completos da balança comercial de 2020 conforme imagem abaixo:

Exportações para a Nicarágua: balança comercial

Exportações para a Nicarágua: economia do país

A economia nicaraguense é predominantemente agrícola (culturas e pecuária). Os depósitos de material vulcânico enriqueceram o solo, o que torna o país extremamente fértil. 

Quase a metade do território está coberta por selva. Além disso, o país conta com depósitos de ouro, prata, sal e cobre. 

Os principais produtos comerciais agrícolas são: café, algodão e banana.

Localização geográfica do país

A área total do território da Nicarágua é de 129 494 Km². A Nicarágua é a maior das repúblicas da América Central em território. Está situada entre o Caribe e o Pacífico. 

Há montanhas vulcânicas ativas paralelas à costa ocidental. O sul é dominado pelos lagos Manágua e Nicarágua. Para ilustrar, confira agora o mapa do país:

Mapa do país

De fato, a Nicarágua tem um enorme potencial a ser explorado no comércio exterior brasileiro.

Confira também os artigos sobre os Principais Produtos Importados no Brasil e os Principais Portos do Mundo.

2021: Exportações e Importações Brasileiras 

No ano de 2021, até o mês de Novembro, o Brasil totalizou um valor corrente de negociações no comércio exterior de US$ Milhões 454.996,8. 

Sendo US$ Milhões 256.028,3 de exportações, e US$ Milhões 198.968,5. Gerando um superávit de US$ Milhões 57.059,8.

O produto mais importado no ano de 2021 foi o “Adubos ou Fertilizantes Químicos”.

Quanto ao produto mais exportado no ano foi  “Minério de Ferro e seus concentrados” conforme dados do ComexStat.

Por fim, separamos alguns artigos que falam das exportações brasileiras para outros países.

Conheça a lista de alguns dos nossos textos sobre exportações, são eles:

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Quais os principais produtos exportados para a Nicarágua?

Arroz com casca, milho, máquinas agrícolas, café, máquinas não elétricas, arroz sem casca, tratores, demais produtos - Indústria de Transformação, instalações e equipamentos de engenharia civil e artigos de confeitaria.

Qual o valor da balança comercial do país com o Brasil?

Em 2020 a Balança Comercial entre os dois países nos apresentou, um Superávit de US$ 61,1 milhões.

Qual a área do território da Nicarágua?

A área total do território do país é de 129 494 Km².

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

📘 E-book: Guia da Declaração Única de Exportação (DU-E)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.