Exportações para a Rússia

Hoje falaremos sobre as exportações brasileiras para a Rússia. O país russo fica na 33ª colocação como destino das exportações brasileiras. A Rússia é o país mais extenso do mundo, faz fronteira com países europeus e asiáticos e é banhada pelos oceanos Pacífico e Ártico.

Vamos descobrir: Quais os produtos que o Brasil exporta para a Rússia?

Pegue seu café e vem comigo. ☕

Exportações para a Rússia: Saiba mais

Em 2019, as exportações brasileiras para a Rússia foram fracas pois representaram apenas 0,7% do total de nossas vendas para o exterior. 

No ano de 2019 as exportações geraram em receita ao Brasil US$ 1,62 bilhão tendo uma queda de 2,2% se for comparado ao ano anterior (2018), quando as exportações foram de US$ 1,65 bilhão. 

Podemos aqui destacar a grande quantidade de importações vindas da Rússia para o Brasil, principalmente nos últimos dois anos. Em 2019 foram importados em produtos da Rússia um total de US$ 3,7 bilhões, sendo que Adubos representou 59% das importações.

Principais produtos exportados para a Rússia 

Confira a seguir quais os principais produtos exportados para a Rússia:

Principais produtos exportados % Valor FOB US$
Soja 22 355 milhões
Carne Bovina 13 214 milhões
Alumina (óxido de alumínio), exceto corindo artificial 7,8 127 milhões
Carnes de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas 7 114 milhões
Amendoins 5,9 95,3 milhões
Carne suína fresca, refrigerada ou congelada 5,8 94,4 milhões
Açúcar 5,5 88,8 milhões
Café não torrado 5,3 85,1 milhões
Ferro-gusa, spiegel, ferro-esponja, grânulos e pó de ferro ou aço e ferro-ligas 4,4 70,6 milhões
10º Tabaco 3,8 62 milhões

Fonte: ComexStat

A soja é o principal produto exportados para a Rússia, porém no ano de 2019 entrou em discussão uma pausa nas exportações de soja devido a grande quantidade de agrotóxicos que normalmente são introduzidos no cultivo da planta. As exportações de carne bovina dobraram no ano de 2019, a alta necessidade da Rússia pelo produto, fez com que o Brasil passasse a exportar mais carnes. Entre janeiro e novembro de 2019 as importações russas de carne aumentaram cerca de 97% em comparação ao ano anterior. O brasil é o segundo principal fornecedor de  carne bovina para a Rússia, atrás apenas da Bielorrússia.

Outros produtos aparecem também na nossa tabela como: Amendoins, café, açúcar, entre outros.

Balança comercial Brasil x Rússia

A balança comercial entre os dois países é deficitária. Ou seja, o Brasil importa mais do que exporta para a Rússia.

Confira:

Economia da Rússia 

A Federação da Rússia possui importantes recursos naturais e humanos, que constituem forte potencial do desenvolvimento econômico. O país tem a maior reserva de gás natural do mundo e umas das maiores reservas de carvão e de petróleo. Além disso, a economia do estado é caracterizada pelo forte setor militar, industrial e científico. A Rússia é um dos maiores vendedores de armas militares para dezenas de países, tais como a China, a Índia, o Vietnã, a Venezuela e outros, interessados em desenvolver a cooperação técnico-militar com a Rússia. O país tem enormes capacidades científicas – é uma das primeiras potências espaciais e faz parte do clube nuclear.

Após a desintegração da União Soviética, a Rússia sofreu severa contração económica, enquanto as elites políticas divergiam sobre a implementação das reformas, mas finalmente foi estabelecida a economia de mercado moderna.  No decorrer da década de 2000, o estado tem conseguido altas taxas de crescimento econômico, o que tornou o país uma das maiores economias do mundo. Beneficiando-se do aumento nos preços de petróleo e de gás, a Rússia conseguiu pagar uma boa parte da sua dívida externa, que foi gigantesca, e aumentou significativamente as suas reservas monetárias internacionais. Ao mesmo tempo, a classe média tem-se expandido e a pobreza tem vindo a diminuir.

A Rússia faz parte do acrônimo BRICS, que integra os países emergentes, e, segundo as estimativas econômicas, em 2050 será classificada entre as cinco maiores economias do planeta.

 

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro das novidades do comércio exterior. 😉

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex.

Otimize o seu tempo de elaboração de DU-E