Exportações para o Sri Lanka: saiba mais

Vamos abordar no  artigo de hoje as Exportações para o Sri Lanka. Também iremos tratar dos principais produtos brasileiros exportados para o país asiático, bem como sua economia local e balança comercial.

A República Democrática Socialista do Sri Lanka é um país insular asiático, localizado ao largo da extremidade sul do subcontinente indiano. Tem costas para a baía de Bengala, oceano Índico e o estreito de Palk, que o separa da Índia. A sua capital é Sri Jaiavardenapura-Cota.

Um país diversificado e multicultural, o Sri Lanka é o lar de muitas religiões, etnias e línguas.

Quer saber mais sobre as Exportações brasileiras para o Sri Lanka? Então vem comigo. 😉

Exportações para o Sri Lanka: entenda

Exportações para o Sri Lanka: principais produtos

Segundo levantamentos realizados pelo Comex Sat, em 2020, os principais produtos brasileiros exportados para o Sri Lanka foram:

  Produtos exportados para o Sri Lanka Valor FOB US$
Borrachas sintéticas 4,99 Milhões
Tecidos de algodão, telas (não incluindo as fitas ou especiais) 3,04 Milhões
Açúcares e melaços 2,92 Milhões
Amidos, inulina e glúten de trigo, matérias albuminóides, colas 2,33 Milhões
Outros minerais em bruto 1 milhão Milhões
Couro 787 mil
Demais produtos – Indústria de Transformação 781 mil
Papel e cartão 704 mil
Óleos combustíveis de petróleo ou de minerais betuminosos 392 mil
10º Farelos de soja e outros e outros alimentos para animais 209 mil

Fonte: ComexStat — Dados do Ano de 2020.

Com relação aos principais produtos exportados do Brasil para o Sri Lanka, a  Indústria de Transformação sai na frente, seguido da categoria de Indústria extrativa e Agropecuária.

Veja agora a relação completa dos produtos exportados para o Sri Lanka na imagem a seguir:

Exportações para o Sri Lanka: produtos

O Sri Lanka tem uma longa história de envolvimento internacional, como um dos membros fundadores da Associação Sul-Asiática para a Cooperação Regional, e um membro da Organização das Nações Unidas. 

Junto com as Maldivas, o Sri Lanka é um dos dois países no sul da Ásia que estão atualmente classificados com um nível alto de Índice de Desenvolvimento Humano.

A população do Sri Lanka é estimada em pouco mais de 21,6 milhões, o que faz do país o 53° mais populoso do mundo, com uma taxa anual de crescimento populacional de 0,79%.

Balança comercial entre Brasil e Sri Lanka

Até abril de 2021, o Brasil aponta um Déficit de US$ – 10,2 milhões, isso significa que foram importados mais produtos do Sri Lanka do que exportados para o país asiático. Entretanto, o país ocupa atualmente o 82º lugar no ranking de importações.

Só para exemplificar, em 2020 a Balança Comercial entre os dois países nos apresentou, um Déficit de US$ – 31,4 milhões, valor relativamente alto se comparado com outros países asiáticos. Embora ainda tenha um importante campo a ser explorado nas relações do Comex.

Escrevemos um texto abordando a Exportação no Brasil, nele você irá conhecer os principais produtos comercializados com outros países.

Importantes mercados de destino foram responsáveis pelo aumento do volume total exportado, destacando-se os crescimentos do volume exportado para a Ásia ( 13,7 %).

Veja agora os dados completos da balança comercial de 2020 conforme imagem abaixo:

Exportações para o Sri Lanka: balança comercial

Exportações para o Sri Lanka: economia do país asiático

Cerca de metade da força de trabalho ocupa-se da agricultura, responsável por quase 20% do produto nacional bruto.

A indústria, que emprega 10% da população ativa, concentra-se nas principais cidades. Destacam-se os setores alimentício, têxtil, de cerâmica, derivados do petróleo, fertilizantes e cimento. As empresas mais importantes do país são de propriedade estatal.

 Ao norte de Colombo, um polo industrial tenta atrair os investimentos estrangeiros por meio de isenções fiscais. A maior parte da eletricidade produzida no país é de origem hidrelétrica. O setor de serviços é o que tem maior participação no produto nacional bruto.

Recentemente o Sri Lanka presenciou um triste acontecimento para o comex. Uma enorme explosão atingiu o navio porta-contêiner MV X-Press Pearl, ancorado próximo a Colombo. Confira nosso artigo sobre esse acontecimento.

Mapa do país asiático

O Sri Lanka fica na placa indiana, uma das principais placas tectônicas, que anteriormente fazia parte da placa indo-australiana. Está no Oceano Índico, a sudoeste da Baía de Bengala. O país é separado da parte continental do subcontinente indiano pelo Golfo de Mannar e pelo Estreito de Palk.

O principal porto do Sri Lanka é o Porto de Colombo. A área total do território do país é 65 610 km².

Os climas predominantes no Sri Lanka são o tropical com estação seca e o equatorial (quente o ano inteiro, mas sem estação seca).

Localização geográfica do país

De fato, o Sri Lanka pode ser um grande potencial a ser explorado no comércio exterior brasileiro.

Confira também os artigos sobre os Principais Produtos Importados no Brasil e os Principais Portos da Ásia.

Por fim, separamos alguns artigos que falam das exportações brasileiras para outros países.

Conheça a lista de alguns dos nossos textos sobre exportações, são eles:

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Quais os principais produtos exportados para o Sri Lanka?

Borrachas, tecidos de algodão, açúcar, amidos, outros minerais em bruto, couro, demais produtos - Indústria de Transformação, papel e cartão, óleos combustíveis de petróleo e farelos de soja.

Qual o principal porto do Sri Lanka?

A principal zona portuária do Sri Lanka é o Porto de Colombo.

Qual é a área do território do Sri Lanka?

A área total do território do país é 65 610 km².

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

📘 E-book: Guia da Declaração Única de Exportação (DU-E)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.