Exportações para o Suriname: principais produtos exportados

Veja no texto de hoje os principais detalhes que compõem as Exportações para o Suriname. Conheça também a relação da balança comercial entre o país e o Brasil, bem como sua economia local.

A República do Suriname é um país do norte da América do Sul, limitado pelo oceano Atlântico, Guiana Francesa, Brasil e Guiana. Com uma área de 165 000 Km², é o menor país da América do Sul. 

Quer conhecer mais sobre as Exportações brasileiras para o Suriname? Então vem comigo. 😉

Exportações para o Suriname: descubra

Exportações para o Suriname: principais produtos

Segundo levantamentos realizados pelo Comex Sat, em 2020, os principais produtos brasileiros exportados para o Suriname foram:

  Produtos exportados para o Suriname Valor FOB US$
Pneus de borracha 3,01 milhões
Despojos comestíveis de carne 2,52 milhões
Carnes de aves 2,51 milhões
Bombas para líquidos 4,17 milhões
Instalações e equipamentos de engenharia civil 1,72 milhão
Materiais de construção de argila 1,60 milhões
Demais produtos – Indústria de transformação 1,50 milhão
Outros produtos comestíveis e preparações 1,38 milhão
Calçados 956 mil
10º Gorduras e óleos vegetais “soft” 861 mil

Fonte: ComexStat — Dados do Ano de 2020.

Com relação aos principais produtos exportados do Brasil para o Suriname, a Indústria de Transformação sai na frente, seguido da categoria da Agropecuária e Outros Produtos.

Veja agora a relação completa dos produtos exportados para o Suriname na imagem a seguir:

Exportações para o Suriname: produtos

O Suriname é considerado um país culturalmente caribenho e é membro da Comunidade do Caribe (CARICOM). A rigor, apesar da contiguidade geográfica, é incorreto classificar o país como sendo integrante da América Latina devido à sua colonização pelos Países Baixos.

Balança comercial entre Brasil e Suriname

Até abril de 2021, o Brasil aponta um Superávit de US$ 15,3 milhões, isso significa que foram exportados mais produtos para o Suriname do que importados do país. Entretanto, o país ocupa atualmente o 117º lugar no ranking de importações.

Já no ranking das exportações, o Suriname ocupa o 122º lugar dos países que mais comprar produtos brasileiros.

Só para exemplificar, em 2020 a Balança Comercial entre os dois países nos apresentou, um Superávit de US$ 28,8 milhões, valor relativamente baixo se comparado com outros países sul americanos. Embora ainda tenha um importante campo a ser explorado nas relações do Comex.

Escrevemos um texto abordando a Exportação no Brasil, nele você irá conhecer os principais produtos comercializados com outros países.

Importantes mercados de destino foram responsáveis pelo aumento do volume total exportado, entretanto algumas regiões diminuíram no número de exportações, destacando-se as diminuições do volume exportado para a América do Sul (- 2,4 %).

Veja agora os dados completos da balança comercial de 2020 conforme imagem abaixo:

Exportações para o Suriname: balança comercial

Exportações para o Suriname: economia do país

A economia do Suriname é movimentada principalmente pela produção de ouro, bauxita e pela exportação de alumínio. A importação de produtos de consumo torna o país dependente do capital externo

Vale destacar que a atividade industrial é voltada à transformação de minérios e de madeira. O processamento de alimentos e a indústria têxtil são outras atividades industriais no Suriname, onde o padrão de consumo é alto.

Localização geográfica do país

O Suriname é o menor país independente na América do Sul. Situado no Planalto das Guianas, pode ser dividido em duas principais regiões geográficas. A área costeira do norte, formada por planícies, é onde se registra as maiores áreas de cultivos e onde a maioria da população vive. 

E a parte sul é composta por floresta tropical e savana, além de ser pouco habitada, ao longo da fronteira com o Brasil. Para ilustrar, confira o mapa do país da América do Sul na imagem a seguir:

Mapa do país

De fato, o Suriname tem um enorme potencial a ser explorado no comércio exterior brasileiro.

Confira também os artigos sobre os Principais Produtos Importados no Brasil e os Principais Portos do Mundo.

Novo Processo de Exportação: o que é?

O Novo Processo de Exportação ou simplesmente NPE é baseado no documento eletrônico Declaração Única de Exportação, conhecida, pelos profissionais de Comex como DU-E. A DU-E é registrada no Portal Siscomex e integrada com a Nota fiscal de exportação.

A DU-E é formada por uma parte comum, que conta com informações que servem a todos os seus itens e informações específicas de cada item e NCM.

Por fim, separamos alguns artigos que falam das exportações brasileiras para outros países.

Conheça a lista de alguns dos nossos textos sobre exportações, são eles:

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Resumo

Quais os principais produtos exportados para o Suriname?

Pneus de borracha, despojos comestíveis de carne, carnes de aves, bombas para líquidos, instalações e equipamentos de engenharia civil, materiais de construção de argila, demais produtos - Indústria de transformação, outros produtos comestíveis, calçados e gorduras e óleos vegetais.

Qual a área total do Suriname?

A área total do território do país é de 165 000 Km².

Qual o valor da balança comercial entre o Suriname e o Brasil?

Em 2020 a Balança Comercial entre os dois países nos apresentou, um Superávit de US$ 28,8 milhões.

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

📘 E-book: Guia da Declaração Única de Exportação (DU-E)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.