Tipos de Navios

Aqui no blog falamos de navios um post sim e noutro também… Eles são o principal modal de transporte utilizado no comércio exterior. E hoje vamos conhecer os tipos de navios de carga existentes que singram os oceanos ao redor do mundo levando as exportações e trazendo as importações!

Vem comigo, vamos entender mais sobre navios cargueiros! 😉

Quais os tipos de navios de carga?

Desde a construção das primeiras embarcações há mais de 10.000 anos, o transporte marítimo tem sido fundamental para a indústria e o comércio do mundo inteiro. Relacionamos abaixo os principais tipos de navios de carga:

  1. Graneleiro
  2. Tanque
  3. Petroleiro
  4. Gaseiro
  5. Ro-Ro
  6. Carga Geral
  7. Porta-Contêiner

Abaixo detalhamos cada um dos tipos de navios:

1) Navio Graneleiro

Os navios graneleiros, como indica o próprio nome, foram feitos para transportar mercadorias a granel tais como:

Os graneleiros possuem grandes escotilhas hidráulicas que cobrem os porões, onde os produtos são armazenados sem a contagem de unidades, embalagens específicas e identificação de alguma marca comercial. Eles vão carregar e descarregar em terminais portuários especiais para este tipo de cargas.

Para ilustrar:

2) Navio Tanque

O navio tanque é o utilizado para o transporte de substâncias líquidas. É um tipo de navio projetado e construído para transportar a granel qualquer produto líquido. Assim como produtos químicos industriais, esses navios também costumam transportar outros tipos de carga sensível que exigem um alto padrão de limpeza de tanques, como óleos comestíveis, óleos vegetais e metanol.

Os navios tanque geralmente têm uma capacidade de carga de 5.000 a 40.000 toneladas e, freqüentemente, possuem sistemas de carga especializados adequados ao tipo de carga transportada. Esses sistemas podem incluir aparelhos de aquecimento ou resfriamento e sistemas avançados de limpeza, a fim de garantir se a pureza de uma carga é mantida quando carregada em um tanque que pode ter transportado algo diferente. 

Para ilustrar:

3) Navio Petroleiro

É um tipo de navio tanque, só que construído especificamente e exclusivo para o transporte de petróleo e seus derivados, não podendo ser utilizado para acondicionar outros tipos de líquidos.

Os navios petroleiros, são usados para transportar não só o petróleo bruto, mas também seus derivados, podendo carregar mais de 400 mil toneladas de combustíveis e derivados. Esses navios apresentam um pavimento repleto de canos interligados, os quais distribuem o óleo de modo igualitário para garantir o equilíbrio da embarcação. 

Quando comparados aos outros tipos de navios, os petroleiros se mostram mais largos e menos fundos. Essas características torna os petroleiros capazes de navegar em águas rasas. Contudo, há poucos portos em que os superpetroleiros podem entrar e, portanto, são quase totalmente carregados e descarregados das estações de bombeamento em terra. Ademais, tendo em vista o risco ambiental envolvido, os navios petroleiros têm um casco duplo para dar segurança contra vazamentos.

Para ilustrar:

4) Navio Gaseiro

Navios gaseiros são destinados ao transporte de gases liquefeitos (GPL, GNL, etileno, amônia, propileno, entre outros). São conhecidos pelo formato de seus tanques arredondados que estão posicionados acima do convés. Essas embarcações podem contar com quatro tipos de tanques:

  • tanques independentes: suportam o peso da carga de maneira integral;
  • tanques de membrana: têm paredes com espessura pequena, suportadas pela estrutura da embarcação, as quais podem contrair e expandir livremente; 
  • tanques integrais: fazem parte da própria estrutura do navio; e
  • tanques de semimembrana: têm cantos arredondados para evitar o contato do tanque com a estrutura do navio.

Para ilustrar:

 

 

5) Navio Ro-Ro

Ro-Ro é a sigla utilizada para definir os navios cargueiros Roll on-Roll off. É um segmento específico dentro do universo da navegação. Numa tradução livre, Roll on-Roll off significa Rolar para dentro-Rolar para fora. Uma definição mais acurada seria navio de “carga rolante”, ou seja, aquela que embarca e desembarca do navio rolando, seja em cima de suas próprias rodas (ou lagartas), seja em cima de um equipamento específico para isso. 

Diferentemente do navio transportador de contêiner, o navio Ro Ro é todo fechado. É como se fosse um grande estacionamento vertical com várias rampas internas onde, na maioria das vezes, é possível ajustar a altura dos andares de acordo com o tipo de carga.

👉🏼 Aqui no blog temos um post inteiro destinado aos navios Ro-Ro: Navio Ro-Ro: O que é

Para ilustrar:

6) Navio de Carga Geral

Os navios de carga geral são os navios que transportam vários tipos de cargas, geralmente em pequenos lotes – sacarias, caixas, veículos encaixotados ou sobre rodas, bobinas de papel de imprensa, barricas, etc. Esses navios têm geralmente quatro ou cinco porões. São conhecidos por serem polivalentes. 

Usados no transporte de mercadoria diferentes, carga de projeto, contêineres e alguns navios também podem ter espaços refrigerados para carga perecível. Normalmente é equipado com guindastes usados para carregar e descarregar o navio.

Para ilustrar:

 

7) Navio Porta-Contêineres

Os navios porta-contêineres se tornaram a principal forma de transporte de produtos manufaturados em todo o mundo. Ou seja, um contêiner tem um tamanho padrão para simplificar o transporte e pode ser transferido entre caminhão, trem e navio com relativa facilidade. Em particular, os contêineres podem acomodar qualquer coisa, desde alimentos a equipamentos elétricos e automóveis. Os contêineres também são utilizados para o transporte de mercadorias ensacadas e paletizadas, líquidos e cargas refrigeradas.

Os navios porta-contêineres são compostos por vários porões, cada um equipado com “guias de células” que permitem que os contêineres se encaixem no lugar. Cada contêiner é então preso ao vaso e um ao outro para fornecer estabilidade. Depois que as primeiras camadas de contêineres são carregadas e as escotilhas fechadas, camadas extras são carregadas no topo.

Os contêineres são geralmente carregados por guindastes especializados ou de uso geral com acessórios de levantamento de contêineres, mas alguns navios de contêineres pequenos são equipados para permitir o auto-carregamento e descarregamento.

Para ilustrar, escolhemos a foto do novo HMM Gdansk, um dos maiores navios do mundo com capacidade para mais de 23.000 TEUs (medida de capacidade de navio equivalente a um contêiner de 20 pés). Essa embarcação foi construída pelo Armador Hyundai Merchant Marine (HMM), pertencente a THE Alliance (aliança de Armadores), e possui um calado de 15 metros.

Para exemplificar:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confira também nosso texto: Localização de Navios de Carga, saiba com rastrear em tempo real navios cargueiros.

 

E ai, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre exportação, importação e drawback. 😉

Resumo

Quais os tipos de navios de carga?

Graneleiros, Tanques, Petroleiros, Gaseiros, Ro-Ro (Roll on-Roll off), Carga Geral, Porta-Contêineres

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

Solicite uma Apresentação do Sistema de DU-E FCOMEX