Software para Despachante Aduaneiro

No artigo de hoje vamos falar especificamente sobre Software para Despachante Aduaneiro. Vamos entender quais principais sistemas disponíveis no mercado e como a tecnologia pode estar ao alcance de todos os tamanhos de despachantes aduaneiros.

Por muito tempo acreditou-se que software de comércio exterior era apenas para grandes exportadoras e importadoras, e antigamente realmente era. Porém, isso tem mudado com o passar dos anos. Pois, a tecnologia avançou, melhorou e simplificou muito.

Vamos lá! ?

Software para Despachante Aduaneiro: Conheça

É impressionante a quantidade de despachantes aduaneiros que pensam que não podem ter um Software, porém isso é um mito. A tecnologia avançou muito nos últimos anos e tornou-se acessível à todos e não é diferente no comex.

Aqui na Fazcomex temos diversos softwares que podem ser usados por Despachantes Aduaneiros, tais como:

  1. Software de DU-E (Declaração Única de Exportação)
  2. Software Extrator de Dados do Siscomex
  3. Software para Catálogo de Produtos (DUIMP)
  4. Software de Drawback

Veja abaixo detalhes.

1. Software para Elaboração de DU-E

Com o Sistema de DU-E da Fazcomex o Despachante Aduaneiro e sua equipe pode Elaborar e Transmitir a Declaração Única de Exportação pela Web. Além de:

  • Elaborar suas DU-E´s de 05 ou 990 itens em poucos minutos;
  • Cálculos automáticos de peso líquido, VMCV, VMLE por item;
  • Se o Portal do governo estiver fora do ar, você deixa sua DU-E pronta no sistema e transmite posteriormente;
  • Entre outras vantagens.

Conheça o Sistema Fcomex – Módulo DU-E agende uma apresentação aqui.

Para exemplificar:

2. Software para Extração de dados do Siscomex

Já o Software FComex – Módulo Extração de dados do Siscomex é um sistema web com o qual você recupera as informações do Portal Siscomex e do Siscomex Importação.

Através deste módulo é possível recuperar os dados da DU-E (Declaração Única de Exportação), da DI (Declaração de Importação) e da LI (Licença de Importação).

O Sistema de Extração de dados do Siscomex é usado para recuperação dos dados aduaneiros para fins de relatórios de apoio ao Drawback, Recuperação de Taxa Siscomex, eventuais atendimentos à fiscalizações e exigências, bem como outros pleitos junto a Receita Federal.

Para Conhecer o Sistema Fcomex – Módulo Extrator, agende uma apresentação aqui.

Para ilustrar:

 

3. Sistema para Catálogo de Produtos (Portal Siscomex – importação)

O sistema FComex Módulo Catálogo de Produtos foi projetado para agilizar o trabalho de Gestão do Catálogo de Produtos junto ao Portal Único Siscomex. Com ele você pode gerenciar os Operadores Estrangeiros e os Produtos Importados, de uma forma fácil e simples, possibilitando a integração com qualquer arquivo que você tenha com os dados a serem cadastrados.

Além disso, é um sistema totalmente web, podendo ser acessado de qualquer lugar, necessitando apenas um computador com acesso a internet.

O sistema faz críticas dos dados informados, antes mesmo de você enviar ao Portal Único Siscomex, possibilitando assim uma análise mais crítica da sua base de dados atual.

Com a substituição da DI (Declaração de Importação) pela DUIMP (nova Declaração Única de Importação) passa a ser obrigatório também o uso do Módulo Catálogo de Produtos do Portal Único Siscomex.

Para Conhecer o Sistema Fcomex – Módulo Catálogo de Produtos, agende uma apresentação aqui.

Para exemplificar:

4. Software de Drawback para Despachantes Aduaneiros

O Software de Drawback da Fazcomex é um sistema web com o qual você gerencia seus Atos Concessórios de Drawback Suspensão. Através deste módulo é possível fazer uma análise automática de Potencial de Exportação não vinculado ao Ato Concessório, consultas automáticas de Saldo de Exportação, dentre outras funcionalidades.

Para ilustrar:

Para conhecer o Sistema de Drawback da Fazcomex agende uma apresentação aqui.

Despachante Aduaneiro: É o fim deste profissional?

Nos últimos anos muitos profissionais tem me perguntado sobre a carreira do Despachante Aduaneiro. E se é o fim desta atividade profissional. Essa possibilidade é levantada devido aos avanços tecnológicos no mundo e no comércio exterior.

É fato que muitas profissões realmente estão ameaçadas de extinção devido à tecnologia. Mas, eu, particularmente não acredito no fim do despachante aduaneiro. Porém, é claro; é sempre importante: se reinventar!

Também é fato que, a simplificação e desburocratização dos processos de comércio exterior começam a impactar na atividade do Despachante. Mas, não acredito no fim desta atividade no Brasil.

O UBER não acabou com o taxista, outra profissão que recentemente foi “ameaçada” pela tecnologia. Muitos taxistas, inclusive, melhoraram a qualidade dos seus serviços.

Despachantes Aduaneiros e a Tecnologia

Acredito que haverá espaço para todos Despachantes Aduaneiros que continuarem a busca por atualização de conhecimento e habilidades. E também, para àqueles que almejam ofertar processos mais eficientes aos seus clientes.

O Novo Processo de Exportação (NPE) e o Novo Processo de Importação (NPI) são realidade e estão mudando a forma de fazer comércio exterior no Brasil. Logo, é necessário que os despachantes aduaneiros acompanhem de perto estes avanços tecnológicos.

Não se justifica mais realizar controles manuais em processos de exportação e importação. Todo controle manual abre espaços para inconsistências nas informações, além de possíveis riscos de operações irregulares por erro humano.

O polêmico livro do Juliano Pugliano: A Chegada dos Robôs Um Guia de Sobrevivência Para os Seres Humanos Se Beneficiarem na Era da Automação, diz que: até médicos, advogados, arquitetos… terão suas profissões ameaçadas…

“Os médicos e os advogados não vão desaparecer. Mas uma parte de seu campo laboral será reduzida”… médicos generalistas perderão terreno nos países ricos porque os diagnósticos de doenças comuns serão automatizados….
profissões altamente qualificadas, que até então não pareciam tão ameaçadas, também correm o risco de desaparecer…. haverá novas oportunidades para as pessoas que sejam capazes de resolver problemas inesperados, antecipar-se ao que pode ocorrer, assumir riscos e dar respostas criativas.

“Qualquer trabalho que seja rotineiro ou previsível, será feito por um algoritmo matemático dentro de cinco ou dez anos.” diz ainda, Juliano Pugliano.

O despachante aduaneiro precisa estar próximo das mudanças, participe da mudança.

Não espere a mudança acontecer, pois você perderá o timing pra inovação.

 

E ai, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro de mais notícias sobre comércio exterior. ?

Resumo

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex. É co-founder da Fazcomex Tecnologia para comércio exterior.

Tenha o roteiro de elaboração da DU-E em mãos!