La Casa de Papel do Comex

Eu sei, você está pensando que este é mais um texto comparando o assalto ao Aeroporto Internacional de Guarulhos em SP da última quinta-feira, 25, à série do Netflix: La Casa de Papel. É inevitável não fazer essa comparação.

Afinal de contas, são muitas semelhanças entre ambos.  Parece mesmo se tratar de uma versão de La Casa de Papel do Comex, mas o tema do nosso artigo aqui é outro.

💡 A ideia de escrever algo conectando o Comex com a série La Casa de Papel, surgiu antes do fatídico roubo do pallet fumigado de ouro em GRU.

Foi após eu finalizar a maratona da terceira temporada do seriado da qual sou fã, que acabei fazendo algumas analogias com o mundo do comércio exterior. Acredite… há muitas comparações e também lições que podem ser tiradas.

Se você ficou interessado vem comigo, só ~ NÃO prometo NÃO dar spoilers ~!  

Pega sua pipoca e vem! 🍿

La Casa de Papel versus dia a dia do comex

A história da série é uma ficção e gira em torno de um assalto muito bem planejado à casa da moeda da Espanha. O seriado tem uma narrativa bem dinâmica e com acontecimentos rápidos.

A gente se pega torcendo pelos “vilões”, é inevitável! O grupo nos atrai pela extrema organização e planejamento de todas ações do roubo.

Os assaltantes são liderados pelo “Professor” que planejou cada passo deles e treinou a equipe.

Gosto de filmes e séries que além de entreter, também podemos tirar sacadas legais e/ou aprendizagens. E com La Casa de Papel é assim!

Compartilho com vocês as lições que aprendi com a série e como elas se ligam ao dia a dia do Comércio Exterior.

5 lições que aprendi com La Casa de Papel e se aplicam ao Comex

  • Planejamento e Organização são essenciais no Comex
  • Conheça bem os envolvidos
  • Tenha sempre um carta na manga, imprevistos acontecem nos embarques
  • Treine muito, esteja preparado
  • Tenha um forte propósito

Lição 1 Planejamento e Organização são essenciais

Como citei acima a série é dinâmica e cheia acontecimentos rápidos, assim também é o Comércio Exterior. Ou seja, sem rotina, sempre uma novidade, um processo diferente do outro. E ainda tudo urgente!

Como se não fosse o bastante, o profissional de Comex ainda depende de muitas pessoas envolvidos para as operações serem realizadas. Para piorar as coisas, elas estão em locais diferentes do seu, até em países diferentes.

A fase operacional do comex não acontece se não tiver Planejamento e Organização nos processos.

O Analista de Comex precisa ter um pouco do Professor de La Casa de Papel em seu perfil.

Professor, o Analista de Comércio Exterior

O analista de exportação ou importação é um profissional organizado, responsável e hábil ao controlar processos.

O profissional de comex, assim como o Professor da série, precisa ter habilidades com tarefas detalhadas e um perfil detalhista e meticuloso.

Lição 2 Conheça bem os envolvidos

O professor analisou quem estaria na Casa da Moeda da Espanha exatamente no dia do assalto. Ele sabia quem eram os funcionários que trabalhavam lá, conhecia o protocolo de negociação da polícia e como poderiam agir.

Em outras palavras o Professor Sergio Marquina procurou conhecer bem seus inimigos. No comex não temos inimigos (assim espero, rs) mas é importante conhecermos os envolvidos no processo.

Alguns envolvidos no processo: seu cliente, despachante aduaneiro, agente de cargas, fiscais, cliente ou fornecedor no exterior, entre outros.

Uma das características incríveis da série é a capacidade que o Professor teve de prever a maioria dos movimentos da polícia e dos reféns, deixando a equipe completamente preparada para a maioria dos contratempos que surgissem.

Saber lidar com a expectativa de cada envolvido no processo é importante. Será que o seu cliente tem a expectativa de receber aquela carga em tempo recorde? Será que a fábrica corre o risco de parar a produção por falta de algum item importado?

Lição 3 Tenha sempre uma carta na manga, imprevistos acontecem

Assim como o ursinho de pelúcia que a polícia utiliza para chamar a atenção de Nairóbi – mudando o destino de todo um episódio. 🙊 Assim também é o Comex sempre cheio de surpresas.

Você que já atua na área sabe que cada processo tem uma novidade. É aquela exigência da DU-E / DI, aquela carga que não embarcou. Aquele motoboy que caiu com o documento original na chuva. Aquele fornecedor que mandou a carga com embalagem de madeira não tratada mesmo você instruindo ele corretamente.

O Portal Único Siscomex que está fora do ar… quando você precisa registrar algo.

No comex não tem rotina, esteja preparado para lidar com contratempos.

Alícia, o fornecedor chinês que mandou uma “surpresinha” junto com a carga:

Personagem da Série La Casa de Papel

Lição 4 Treine muito, esteja preparado

Na série da plataforma de streaming, o primeiro passo após o Professor recrutar a equipe foi treiná-la e prepará-la para cada detalhe das ações a serem executadas.

Estudaram tudo que envolveria o assalto, regras foram bem definidas, dividiram funções, definiram como tratariam os reféns e como lidariam com a polícia.

Além disso, todos sabiam o que deveriam fazer, como fazer e o impacto de cada ação pessoal com o plano.

No Comex como em qualquer profissão precisamos estar sempre atualizados. Entenda as regras, estude a legislação! Matricule-se em cursos rápidos de atualização.

Só não vale as palestras de coaching do Arturito. 🙊

Os processos de exportação e importação especialmente nestes últimos anos têm passado por grandes revoluções. Foi a implantação da DU-E ano passado, este ano estamos vivendo a implantação gradual da DUIMP, do Catálogo de Produtos e do Pagamento Centralizado. Ano que vem teremos a revisão dos Incoterns com a entrada da versão 2020.

São muitas as mudanças portanto busque acompanhar de perto.

Lição 5 Tenha um forte propósito

No primeiro ciclo da série o Professor vendeu a ideia do assalto como um empenho que teria tanto resultado que poderia ser o último roubo de suas vidas.

Na temporada 3 o propósito é ainda maior, é ir em busca da liberdade do amigo Rio que foi capturado pela polícia e está sendo torturado.

Eles realizaram tudo com Propósito e com Paixão. Então te pergunto: O que te faz acordar todas as manhãs?

Eu sei a loucura que é o Comex! Aquela adrenalina com cada embarque! É tudo urgente o tempo todo! Estamos sempre com pressa a fim de evitar que alguma fábrica pare em algum lugar deste mundo. Mas não deixe que esse estresse seja constante em sua vida.

Então respire, pare um pouco e tenha um pouco do Helsinki em você! Enquanto todos os outros agem pela razão, Helsinki nos dá a chance de entender que o coração também pode nos levar ao sucesso.

Mas lembre-se, nem só de comex, viverá o homem! Busque realizar aquilo que te completa também fora dele.

Extra:

Agora saindo da ficção e entrando no mundo real. Visto que citei o recente roubo no aeroporto de Guarulhos na introdução deste artigo, segue um resumão do ocorrido. As informações abaixo estão nos principais portais de notícias do país. 

E-book 7 Novidades Sobre o Novo Processo de Importação

La Casa de Papel versus Roubo do Ouro em GRU

Um roubo ocorrido em São Paulo no dia 25/07, por volta das 14h30, chamou atenção pela similaridade com a trama de La Casa de Papel, a série espanhola da Netflix. De acordo com o G1, uma quadrilha invadiu o Aeroporto de Guarulhos com viaturas clonadas e roubou 718,9 quilos de ouro.

A carga de ouro estava no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Guarulhos, e seria exportada para Nova York, nos Estados Unidos, e Toronto, no Canadá.

A quadrilha fez funcionários e familiares deles reféns que posteriormente foram libertados, ninguém ficou ferido.

No seriado, em sua terceira temporada o grupo comandado pelo Professor (Álvaro Morte) também rouba ouro.

Parte do ouro roubado no aeroporto de Guarulhos veio de uma mina de Paracatu (MG) e pertencia a Mineradora canadense Kinross, a quinta maior do mundo. A empresa diz esperar que o valor da carga levada seja coberto pela seguradora da transportadora contratada.

Alguns suspeitos foram detidos, dentre eles o encarregado de despacho do aeroporto.

Os funcionários de duas cias. aéreas foram convocados no último dia 30 para prestar esclarecimentos no inquérito que apura o roubo.

O roubo de ouro no Aeroporto de Guarulhos está entre os maiores do Brasil. O valor roubado só é menor do que o de outros dois crimes que aconteceram na história recente do país, o famoso ataque ao Banco Central de Fortaleza, em 2005, e o roubo a 170 cofres particulares de uma agência do Itaú, na Avenida Paulista, em 2011.

E aí, gostou deste conteúdo? Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais e se inscreva no nosso blog para ficar por dentro dos assuntos de Comércio Exterior. 😉