Importação no Brasil: Principais produtos importados

Você sabe quais são os principais produtos importados pelo Brasil? Importar é trazer um produto, bem ou serviço de outro país ao mercado interno de forma temporária ou definitiva. Descubra o que o Brasil Importa.

O Brasil é o 29° maior importador do mundo, segundo dados de 2018 do MDIC. Veja então quais são os produtos que mais compramos de outras nações. 

O que você verá neste artigo:

  • Quais os principais produtos importados pelo Brasil;
  • Como funciona a importação; 
  • Principais Produtos Importados pelos Estados Brasileiros; e
  • O que é a importação.

Vem saber mais sobre as importações Brasileiras! 😉

Principais produtos importados pelo Brasil em 2019

  1. Demais produtos manufaturados;
  2. Medicamentos para medicina humana e veterinária;
  3. Óleos combustíveis;
  4. Partes e peças para veículos automóveis e tratores;
  5. Circuitos integrados e microconjuntos eletrônicos;
  6. Minérios de cobre e seus concentrados;
  7. Compostos heterocíclicos, seus sais e sulfonamidas;
  8. Plataformas de perfuração ou de exploração, dragas, etc;
  9. Naftas; e
  10.  Automóveis passageiros.

1) Demais produtos manufaturados:

Em primeiro lugar temos produtos manufaturado que são aqueles produtos fabricados em grande quantidade de forma padronizada e em série. Este representa em torno de 5,57% do total de importações.

2) Medicamentos para medicina humana e veterinária:

A importação de medicamentos na forma de matéria-prima, produto semi-elaborado, produto a granel ou produto acabado – com exceção dos medicamentos sujeitos à controle especial –, estará sujeita ao Registro de Licenciamento de Importação no Siscomex, submetendo-se à fiscalização pela autoridade sanitária antes de seu desembaraço aduaneiro. 

3) Óleo combustível:

 Representa 3,31% do total das importações do Brasil. O óleo combustível é um derivado de petróleo, portanto, é também tratado como óleo combustível pesado ou ainda como óleo combustível residual. 

4) Partes e peças para veículos automóveis e tratores

Mesmo que no Brasil existam varias montadoras de automóveis e demais veículos, o brasileiro tem preferência em comprar no mercado internacional, segundo pesquisa são responsáveis por 2,75% das importações. 

5) Circuitos integrados e microconjuntos eletrônicos

Circuito integrado (ou simplesmente C.I.) é um circuito eletrônico que incorpora miniaturas de diversos componentes (principalmente transistores, diodos, resistores e capacitores), “gravados” em uma pequena lâmina com chip de silício. Representa em torno de 2,93% das importações totais. 

6) Inseticidas, formicidas, herbicidas e produtos semelhantes

São substâncias utilizadas no combate e prevenção de pragas em domicílio e em plantações em geral.

Corresponde a 1,84% das importações. 

7) Compostos heterocíclicos, seus sais e sulfonamidas

Um composto heterocíclico é um composto que tem um anel, do qual fazem parte pelo menos dois tipos diferentes de átomos. Os compostos orgânicos heterocíclicos contém no seu anel um ou mais átomos diferentes do carbono. Exemplo destes átomos são oxigênio, nitrogênio ou enxofre. Representa 2,73 das importações. 

8) Plataformas de perfuração ou de exploração, dragas, etc.

As plataformas são utilizadas como suporte na perfuração e/ou produção de petróleo e gás natural. É constituída de uma grande estrutura que abriga os profissionais e os equipamentos necessários para a realização das suas atividades. Como resultado representa 2,3% do total de importação. 

9) Naftas

É um derivado de petróleo utilizado principalmente como matéria-prima da indústria petroquímica (“nafta petroquímica” ou “nafta não-energética”) na produção de eteno e propeno, além de outras frações líquidas, como benzeno, tolueno e xilenos.

 A nafta energética é utilizada em suma para geração de gás de síntese através de um processo industrial (reformação com vapor d’água). Este gás é utilizado na produção do então gás canalizado doméstico. Este representa em torno de 1,90% do total de importações. 

10) Automóveis passageiros:

Corresponde a 1,89% das importações. São veículos com porte pequeno com lugar para ate 7 pessoas. Em valores o país importou cerca de US$ 922 milhões em automóveis no ano passado e já estamos quase atingindo essa marca novamente. 

Principais Produtos Importados Pelos Estados Brasileiros

Confira abaixo os produtos mais importados pelo os demais Estados Brasileiros que mais importam.

  1. Principais Produtos Importados por São Paulo;
  2. Principais Produtos Importados por Rio de Janeiro;
  3. Principais Produtos Importados por Santa Catarina;
  4. Principais Produtos Importados por Paraná;
  5. Principais Produtos Importados por Amazonas;
  6. Principais Produtos Importados por Rio Grande do Sul;
  7. Principais Produtos Importados por Minas Gerais;
  8. Principais Produtos Importados por Bahia;
  9. Principais Produtos Importados por Espírito Santo; e
  10. Principais Produtos Importados por Pernambuco.

 

Importações Brasileiras em 2019

Em 2019 assim como a exportação, a importação pelo Brasil teve uma variação negativa significativa de -2,1% em comparação à mesma época de 2018. 

Em agosto de 2019 a importação foi a US$ 550,73 milhões segundo dados da comex vis.

Saiba quais são os Estados que mais Importam no Brasil, e os Estados que mais Exportam no Brasil.

Na imagem acima, em azul temos as importações e em verde as exportações.

O que é importação?

O termo importação engloba uma grande variedade de operações, envolve diversos agentes e uma série de definições. Uma pessoa física que compra roupas de um site chinês ou uma empresa que importa matéria-prima, fazem o mesmo processo. No entanto, elas precisam seguir regras e normas para a liberação de entrada e saída de um produto no país.

Você gostaria de saber também sobre os principais produtos exportados? Então, confira o nosso artigo sobre o tema no nosso blog. 

E aí, gostou deste artigo? Então se inscreva no nosso blog e fique por dentro das novidades do comércio exterior.  😉

Sinara Bueno

Despachante Aduaneira, formada em Comércio Exterior e empreendedora. Apaixonada por criar e inovar no Comex! Trabalhou na área de importação e exportação de indústrias, consultorias de comércio exterior e, nos últimos anos, tem se dedicado aos sistemas para comex.